Por Elisangela Cavalheiro Em Notícias Atualizada em 22 NOV 2018 - 12H12

Campanário de Aparecida utiliza tecnologia de ponta, única no país

O Santuário Nacional de Aparecida inaugura na noite deste sábado (24), véspera de Natal, o Campanário; obra dos 300 anos do encontro da Imagem de Aparecida. O conjunto do Campanário é formado por 13 sinos e utiliza tecnologia de ponta, única no gênero no país.

Campanário no Santuário Nacional

O Campanário funciona de duas formas: através de toques comuns em que os sinos balançam movidos por motores eletromagnéticos e com reproduções musicais personalizadas através de teclado próprio para a função, onde os sinos ficam parados e o acionamento é feito por meio de martelos internos que produzirão os sons.

Esse tipo de sistema é inédito no Brasil. O mesmo foi instalado, por exemplo, na Catedral de Notre Dame, em Paris, na França.

Foto de: Thiago Leon. 

Campanário no Santuário Nacional

Manuel Cosme dos Santos, o Manuel dos Sinos, 
programando as melodias na pequena, porém,
importante sala onde trabalha no Santuário Nacional.

O homem por trás desse projeto é conhecido por um nome bastante peculiar Manuel dos Sinos. Programador de sinos e sineiro; uma profissão tão antiga quanto a história do encontro da Imagem de Aparecida, ele se diz feliz por ter contribuído para a construção do Campanário de Aparecida.

Manuel conta que o Santuário escolheu o que de mais avançado existe no ramo dos sinos. “É um sistema totalmente moderno. Primeiro, porque os motores que foram utilizados não são motores convencionais, utilizamos um motor eletromagnético. Possui durabilidade imensa e baixo consumo de energia, cerca de um sexto de um motor convencional. É totalmente eletrônico e o sistema de martelo que utilizamos é interno. Esteticamente olhamos para os sinos e não vemos o martelo, essa é uma grande novidade que ainda não existe no Brasil. E esses martelos são sensíveis, pois de acordo com o toque que é dado no teclado ele faz uma pressão maior ou menor. Enfim, este equipamento é o que de mais moderno existe na atualidade”, explicou ao A12.

Manuel trabalha desde o início do projeto do Campanário, há cerca de cinco anos, e ao final da entrevista ele aproveita para fazer um convite especial aos devotos. "Nesse momento gostaria de convidar as pessoas para vir conferir de perto essa grande obra”,finaliza.

:: Especial Grandes Obras - Campanário da Casa da Mãe Aparecida

Melodias do Campanário

Além de marcar as horas e anunciar as missas, o Campanário vai reproduzir melodias de cantos conhecidos pelos devotos de Nossa Senhora Aparecida.

Inicialmente, foram gravadas 35 melodias, entre elas: Viva a Mãe de Deus, Dai-nos a Bênção, Mãezinha do Céu, Sobe a Jerusalém, Nossa Senhora (Roberto Carlos), Noite Feliz, Adeste Fideles, etc. 

As melodias do Campanário poderão ser ouvidas em dois horários específicos às 12h e 18h. Ao meio-dia os devotos ouvirão “Viva a Mãe de Deus”, e no final da tarde, “Dai-nos a Bênção”.

Os sinos em balanço ainda não foram totalmente finalizados, o que deve ocorrer em dois meses. No entanto, esse sistema poderá ser visto em duas ocasiões especiais, na noite de Natal (24 de dezembro) e na véspera de Ano Novo (31 de dezembro).

O Campanário também vai exibir um espetáculo de luzes com uma iluminação que traz a tecnologia LED, considerada ambientalmente correta por consumir menos energia elétrica.

História do sino

A palavra sino vem do latim, signum, e sua origem é associada à história do cobre e do bronze. O cristianismo adotou o sino como um órgão vital na arquitetura das igrejas, e há registros antigos dessa utilização há cerca de 1.600 anos, em Campânia, na Diocese de Nápoles, na Itália. Daí se explica a palavra campana (campainha) como sinônimo de sino, e campanário como o lugar da igreja onde ele é instalado.

Fundir sinos é uma ciência e uma arte que perpassam séculos na busca pelo som afinado do bronze. As etapas de fabricação são praticamente as mesmas desde o século 7º antes da Era Comum. Trata-se de um processo que se reproduz há 1.400 anos.

:: Saiba mais sobre a obra do Campanário de Aparecida


2 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Elisangela Cavalheiro, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.