Por Redação A12 Em Notícias

Missa abre Tríduo de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e celebra São João

O Santuário Nacional deu início nesta quarta-feira (24) ao Tríduo de preparação para a festa de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Presidida pelo missionário redentorista, Pe. Carlos Artur Anunciação, e concelebrada por Monsenhor Hélio Takemi Sakamoto de Itambé, Arquidiocese de Maringá/PR, e Pe. Pedro José da Trindade, da Basílica de Nossa Senhora Auxiliadora de Niterói/RJ, a Santa Missa também celebrou a Solenidade de São João Batista.

sn_missa_9h_2406215_triduo_perpetuo_socorro_1dia_8

Refletindo sobre o tema do tríduo “Ícone do Amor”, o presidente da celebração explicou sobre o significado de ícone: “quer dizer justamente pintura. Ele não é como outros quadros, que são colocados como decoração. O ícone é para a gente rezar, contemplar e se abrir à palavra de Deus. O ícone, normalmente, é pintado por um monge ou alguém com alta espiritualidade depois de muita oração e contemplação de Jesus”.

O celebrante contou ainda que no Antigo Testamento, havia a proibição de se fazer pinturas de deuses, mas que, no Novo Testamento, Deus em seu infinito amor enviou o seu ícone vivo: Jesus. “Ele é a imagem visível do Deus invisível, do Amor, da misericórdia. Ícone perfeito do Pai. E nós também devemos ser, pois fomos feitos à sua imagem e semelhança”, destacou.

“Que Nossa Senhora do Perpétuo Socorro seja para nós modelo de discípulos e missionários. E que São João nos ajude a viver a nossa fé e sermos verdadeiros profetas nos dias de hoje”, finalizou a homilia.

No encerramento da Santa Missa, a oração de consagração à Nossa Senhora foi recitada em frente ao ícone de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, posto no altar central do Santuário Nacional.

O Ícone do Perpétuo Socorro – Acredita-se que o ícone tenha sido inspirado em uma pintura de São Lucas, que segundo pesquisadores, além de médico e evangelista foi também pintor. O ícone milagroso mede 23 cm x 41,5. De estilo bizantino, possui vasta riqueza simbólica, particularidade que deve ser visto pelo ponto de vista artístico e teológico. Seus símbolos nos convidam a contemplá-lo e meditá-lo demoradamente.

Acompanhe, amanhã (25) pela TV Aparecida, o segundo dia do Tríduo, com a missa às 9h, no Santuário Nacional.

67 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.