Por Santuário Nacional Em Notícias Atualizada em 02 JUL 2019 - 16H28

Romarias a Cavalo contam com receptivo equestre no Santuário

Para atender as romarias a cavalo que chegam ao Santuário, a Casa da Mãe Aparecida dispõe de um Receptivo Equestre, localizado próximo a portaria com acesso pela avenida Porto Itaguaçu.

Marília Ribeiro/Portal A12
Marília Ribeiro/Portal A12
O Receptivo Equestre pode ser acessado pela avenida Porto Itaguaçu.

O espaço com mais de dois mil metros quadrados, possui torneiras para banho dos cavalos, cochos e quiosque para acolhida das comitivas. Além disso, para facilitar o embarque dos cavalos nos carros de apoio, o receptivo equestre possui duas docas.

As romarias podem acessar a área de segunda a quinta-feira das 5h15 às 22h e de sexta a domingo das 5h15 às 21hClique aqui para cadastrar a presença da sua romaria a cavalo no Santuário.

As romarias a cavalo estão entre as mais tradicionais no Santuário de Aparecida, os registros históricos datam as primeiras peregrinações das tropas no ano de 1894.

A cada ano, o número de romarias foi aumentado e por isso o Santuário possibilitou um espaço para acolher com qualidade as comitivas, no entanto a qualidade do trato com os cavalos deve se manter no antes, durante e no pós, em uma peregrinação como essa.

Confira as dicas da veterinária Kárita Uchoas:

Antes da cavalgada:

● O animal necessita de treinamento e deve estar em boa condição física, ou seja, precisa estar adaptado a exercícios regulares e ter boa alimentação;

● Estar com as vacinas em dia;

● O casqueamento e ferrageamento são muito importantes nestes casos, pois podem prevenir eventuais lesões como rachaduras e lascas no casco, comprometendo, o desempenho do animal;

● Lembrando que cavalgadas longas exigem muito do animal, portanto não é aconselhável participar com animais muito jovens ou idosos e também com éguas prenhas, tendo como objetivo principal o bem estar do animal.

Leia MaisDicas para aproveitar o passeio no Santuário com seu petDurante a cavalgada:

● É importante observar sempre os limites de resistência do animal. Um equino cansado pode apresentar sinais como inquietação, respiração ofegante, orelha e cabeça baixa e boca com espuma;

● O cavaleiro ou a amazonas devem fazer pausas periodicamente, viabilizando sombra, água fresca e trato, que deve ser rico em alimentos volumosos como capim, alfafa e feno. Alimentos como rações e concentrados em excesso, podem prejudicar o desempenho dos animais, provocando transtornos digestivos como cólicas, portanto, devem ser oferecidos ao animal com cautela;

● É importante ainda, ir em ritmo agradável, sem correria, para cansar menos os animais.

Depois da cavalgada:

● É muito importante que depois da diversão o animal tenha o descanso merecido. Água fresca, sombra e comida rica em alimentos volumosos. Esses são os elementos básicos necessários, para a recuperação do animal com boa condição física.


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Santuário Nacional, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.