Por Elisangela Cavalheiro Em Notícias

Santuário Nacional acolhe milhares de romeiros na véspera de Ano Novo

O Santuário Nacional de Aparecida acolheu na noite de ontem (31), último dia civil de 2016, milhares de romeiros que vieram celebrar na Casa da Mãe Aparecida as vésperas da Solenidade de Maria Santa Mãe de Deus. 

Na celebração a Imagem da Padroeira do Brasil foi recebida entre pombas brancas, simbolizando o desejo de paz expresso na liturgia deste dia e ainda para exaltar a importante participação de Maria no plano da salvação. 

A Santa Missa foi presidida pelo Cardeal Raymundo Damasceno Assis, administrador apostólico de Aparecida, e concelebrada por inúmeros Missionários Redentoristas. 

Veja fotos dessa belíssima celebração: 

 

Abaixo leia na íntegra, a exortação de Dom Raymundo Damasceno para a Solenidade da Santíssima Mãe de Deus, Maria.

SOLENIDADE DE MARIA, MÃE DE DEUS E DIA MUNDIAL DA PAZ - 01/01/2017 

Celebramos, hoje, primeiro dia do novo ano de 2017, a Solenidade de Maria, Mãe de Deus e Dia Mundial da Paz.

Estamos vivendo ainda o tempo litúrgico do Natal, período que se prolonga até a festa do Batismo do Senhor. O Natal coloca em destaque o mistério da encarnação do Filho eterno de Deus Pai, que veio até nós não só para nos redimir de nossos pecados, mas também, para nos revelar que Deus é Pai e nos fazer filhos por adoção deste mesmo e único Deus que é o Pai de Nosso Senhor Jesus Cristo, gerado de toda a eternidade.

Na festa de hoje, a primeira do novo ano, a Liturgia quer realçar a maternidade divina de Maria, verdade proclamada pelo Concílio de Éfeso, no ano de 431. Com esta festa, queremos celebrar a participação que teve Maria, no mistério da salvação, o singular privilégio de ter sido escolhida para ser a Mãe de Deus e, por meio dela, recebermos o autor da vida, Jesus Cristo. Maria não é só a Mãe de Jesus, mas também, nossa Mãe. Ela ocupa um lugar privilegiado no plano da salvação. Deus quis contar com Ela e conta, também, conosco para levar a cabo sua obra.

A exemplo de Maria que respondeu afirmativamente ao chamado de Deus, nós também, devemos após ter acolhido Jesus em nosso coração, pela fé, anunciá-lo aos outros com nosso testemunho de vida e nossa palavra.

Depois de oito dias, diz o evangelho que escutamos, que Jesus foi circuncidado, rito religioso por meio do qual, o judeu passava a fazer parte do povo de Deus. Nesta ocasião,o menino recebeu o nome de Jesus que significa “o Senhor Salva”, conforme a indicação que Maria recebera do anjo Gabriel, no dia da Anunciação. Jesus não é apenas mais um novo membro do povo judeu, do povo de Israel, mas o Salvador de toda a humanidade.

Celebramos, também, hoje, o 50º Dia Mundial da Paz, instituído pelo Papa Paulo VI. Deus ao vir a este mundo instaura um tempo em que a paz se torna possível, porque em Jesus Cristo, nosso irmão maior, somos todos irmãos (as) uns dos outros e Ele nos fez filhos (as) do mesmo e único Deus, pai de todos nós. Por isso, somos chamados a viver a fraternidade na pluralidade de culturas e povos, cimentada na justiça, na solidariedade, no respeito, na paz, no amor.

 

Na mensagem do Papa Francisco para este Dia Mundial da Paz, ele nos convida a fazer da não-violência ativa o nosso estilo de vida.

Na mensagem do Papa Francisco para este Dia Mundial da Paz, ele nos convida a fazer da não-violência ativa o nosso estilo de vida. Jesus percorreu até o fim de sua vida terrena o caminho da não-violência. Durante toda sua vida manifestou através de suas palavras, gestos e ações, a bondade, a misericórdia, o perdão de Deus nosso Pai. A seu exemplo, nós seus discípulos devemos seguir o mesmo caminho: vencer o ódio, a tentação da vingança, a indiferença em relação ao outro, com o respeito, o diálogo, a reconciliação, o perdão, a busca do bem do outro. A violência não produz nada de bom, só causa destruição e sofrimento.

Nossa Senhora é a Rainha da Paz. No nascimento de seu Filho, os anjos glorificaram a Deus e almejavam a paz na terra aos homens e mulheres de boa vontade. “Todos desejamos a paz; muitas pessoas a constroem todos os dias com pequenos gestos; muitos sofrem e suportam pacientemente a dificuldade de tantas tentativas para a construir. No ano de 2017, comprometamo-nos, através da oração e da ação, a tornar-nos pessoas que baniram dos seus corações a violência, e a construir comunidades não-violentas, que cuidem da casa comum. Nada é impossível, se nos dirigimos a Deus na oração. Todos podem ser artesãos de paz" (Papa Francisco).

A todos um Feliz e abençoado ano de 2017 e que possamos iniciá-lo com coragem, fé, esperança e confiança em Deus e na proteção de Nossa Senhora Aparecida.

Aos prefeitos e vereadores que estão sendo empossados nos cargos em todo o Brasil, minha saudação e os votos para que coloquem seus talentos a serviço do bem comum, criando “aquele conjunto de condições sociais” que favoreçam o desenvolvimento integral de todos e de cada um dos habitantes do seu munícipio, especialmente, dos mais necessitados. Aos serem eleitos, os eleitores de seus munícipios depositaram nos senhores e senhoras, sua confiança, e esperam não ser defraudados em suas expectativas. Deus os fortaleça em seus bons propósitos e Nossa Senhora Aparecida os proteja na missão de servir com dedicação, desprendimento, alegria, transparência a população de seus munícipios.

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Elisangela Cavalheiro, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.