Por Pe. Antonio Clayton Sant’Anna – CSsR Em Artigos Atualizada em 29 NOV 2018 - 16H51

Advento: tempo de sustentabilidade espiritual

advento_6


Advento pré-anuncia dois encontros: o atual, da graça e o definitivo, do juízo. Difícil de entender? Explico. Estamos no ponto de chegada e de partida do ano litúrgico. Seu primeiro período. Advento é começar de novo o itinerário de Jesus que vai do seio da Virgem até o seio do sepulcro glorioso. O olhar da fé abarca de uma vez só, todo o mistério da vinda libertadora de Cristo. A primeira, na carne (encarnação): quando veio para nos salvar. A segunda, na glória quando virá para nos julgar. Entre a primeira e a segunda está dada a chance do nosso encontro pessoal com ele. Com sua graça, verdade e amor! Aí ou o aceitamos, ou o rejeitamos. Quem aceita celebra o seu nascimento na vigilância da fé. Prepara-se sempre de novo para recebê-lo. Repetindo, o tempo do Advento é ocasião simultânea de viver as duas esperas: a do Natal e a do juízo numa só perspectiva, o encontro decisivo com Jesus.

Advento e Natal: sempre a mesma coisa, o mesmo refrão, o mesmo clima, os mesmos apelos?  Sim e não. Conforme mudamos ou não a nossa maneira de ser e viver. O mundo ao redor não muda: gira em torno do consumo e basta!  Desconhece, ignora ou fica alheio ao que nós cristãos cremos. Por isso, é preciso anunciar de novo as mesmas mensagens do Evangelho. Na linguagem dos ritos e no testemunho dos comportamentos. Quem de fato espera: se prepara! Foge da mesmice, da acomodação e da rotina. Cuida de sustentar-se na fé! A palavra chave que dinamiza o compromisso com Jesus é: vigilância. Ele está sempre aí, por perto. Está vindo nas libertações dadas por sua graça; no perdão que nos purifica e previne o juízo. Esta é a maior certeza da vida cristã! Mas não depende de cálculo, prazo prefixado, data de validade. Daí a espera vigilante! Estar atento, consciente, alerta em todos os acontecimentos. O interesse é nosso! Viver o Advento não é repetir o calendário. É questão de sustentabilidade interior. É abrir o coração para uma nova presença de Deus. No hoje da vida Deus está pedindo para entrar e cear comigo! “Eis que estou à porta e bato; se alguém ouve a minha voz e abre a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele e ele comigo” (Ap 3,20)Leia MaisTempo do Advento, o Sim de Nossa Senhora Viver em clima de Advento com Maria O advento de Maria

O juízo de Deus a cada momento é que dá veracidade a todos os nossos atos. Mantém reto nosso caminhar entre as seduções da mentira, da vaidade, da ambição, para ser honesto, bondoso, verdadeiro. Como viver o Advento? Com mais oração (novena de Natal?), maior presença nos atos da comunidade e na recepção dos sacramentos. Com mais caridade e paciência no trabalho e na família. Buscando a alegria verdadeira e não a dos excessos que a nada levam. Quem é vigilante na fé em Cristo não é cego: sabe por onde anda. Não se deixa enganar, cegar pelo brilho falso do dinheiro ou seduzir por prazeres vãos. Mas, vivendo a esperança aguarda a vinda do salvador! 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Pe. Antonio Clayton Sant’Anna – CSsR, em Artigos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.