Comunicação

Você conhece as pessoas da sua paróquia?

Vamos conversar sobre público-alvo, a quem se destina o seu conteúdo

Luana Correa (A12) (Reprodução/ Arquivo pessoal)

Escrito por Luana Corrêa

25 OUT 2021 - 10H00

Gustavo Cabral missa campal - romaria do terço dos homens 2020 (Gustavo Cabral)

Você conhece as pessoas da sua paróquia? Me refiro a saber o motivo que as leva para a Igreja. Você sabe o que as move para as missas de domingo? Participar da comunidade, ações voluntárias, pastorais, comemorações do bairro?

Para essas perguntas, acredito que você tenha muitas respostas. Mas você já perguntou a alguém?

É como uma equação: Redes Sociais + Reunião de pessoas + Interesse em comum (algo que as une) + Conteúdo que mantém essa união = engajamento.

A partir do momento em que você realmente conhece os interesses das pessoas da sua paróquia e comunidade, quais as necessidades, o que elas buscam, o que elas agradecem, o que eles pedem, o que faz sentido para elas, você consegue entender o “interesse em comum” e tem uma infinita fonte de assuntos que podem ser tratados no site e nas redes sociais da sua paróquia. Essa ação é também conhecida como definição de “público-alvo”. 

E o mais importante: isso fortalece o vínculo da sua rede social (off-line e on-line). Em marketing, é o que chamamos de engajamento.

“O marketing envolve transações em que as partes envolvidas sempre saem ganhando. Por isso, quanto mais o marketing entender o seu público-alvo e as transformações em seus hábitos, necessidades e desejos, maior é a probabilidade de saber o que pode ser oferecido a esse público, que o interesse, para que ocorra a troca.” (Gabriel e Kiso, 2020)

Shutterstock
Shutterstock

"Mas minha paróquia tem mais de 100 pessoas, como vou conversar com todas elas? E como vou saber o que é comum a todas?"

Minha sugestão é: defina algumas pessoas influentes, pessoas que movem outras e converse com elas. Explique sua intenção para que elas possam ser sinceras em suas respostas e ajudar a fortalecer o vínculo. 

Antes de iniciar, é importante ter a autorização do seu pároco, explicando a ele seu objetivo.

Defina um objetivo para essa “mini pesquisa”, como por exemplo: “Conhecer o que leva as pessoas a procurar a nossa paróquia”. A partir disso, liste algumas perguntas que possam te ajudar a clarear esse objetivo.

Exemplo:
 - Nome
 - Idade
 - Função dentro da paróquia (caso tenha)
 - Você usa alguma rede social? Acessa o site da paróquia? O que acha que poderia ter no site e rede sociais, e que não tem hoje?
 - Participa dessa paróquia/comunidade há quanto tempo?
 - Na religião católica, o que mais te atrai, o que mais faz sentido?
 - Dentro da organização da nossa paróquia, o que você gostaria de melhorar?

Essa entrevista pode ser gravada em áudio ou mesmo escrita. O importante é que você faça as perguntas e anote as observações. Ao final das entrevistas, organize as respostas em duas colunas:

1 - O que é possível ser feito por meio das ações de marketing digital?

2 - Não consigo ajudar por meio de comunicação e marketing, mas posso compartilhar com meu pároco e secretaria pastoral? (algumas ações podem tocar em assuntos delicados e devem ser tratados em outro nível e com outras ferramentas).

“O público-alvo é a parte mais importante da equação de marketing, pois toda e qualquer estratégia de marketing deve ter como início e origem um público-alvo e os objetivos a serem alcançados…”(Gabriel e Kiso, 2020)

Foque na lista número 1 e “desenhe” sua persona. O que é uma persona? É, literalmente, um desenho de uma pessoa e todas as suas características e gostos, como se você criasse um “avatar” para que sua comunicação seja pensada para atender essa pessoa imaginária (que reuniu dados comuns de sua entrevista e pontos importantes das pessoas da sua paróquia).

Arte - Pedir uma imagem para a criação: Peguntas + Persona + CanvasQuadro com as cores padronizadas / Perguntas / E um bonequinho sem rosto no meio - representar uma pessoa.

Pensando nessa persona, comece a organizar ideias que possam sanar situações, curiosidades, atender necessidades, o que deixaria essa persona mais feliz e interessada. Dessa forma, você vai conseguir pensar além dos pontos básicos publicados no site e redes sociais da sua paróquia, além de ser mais assertivo em sua comunicação com a comunidade.

Aqui explicamos o conceito de público-alvo e como conhecê-lo de forma simplificada, pensando na realidade atual das paróquias e "Pascom's", mas se você tem interesse por esse assunto, sugiro que pesquise mais sobre o assunto pela internet e livros. Existem várias maneiras de conhecer o seu público e ser ainda mais assertivo na comunicação da sua paróquia!

:: Deixe nos comentários suas perguntas para que possamos te ajudar!

_____________________________________
Citação: GABRIEL, Martha. KISO, Rafael. Marketing na era digital, 2ª Ed. São Paulo: Atlas, 2020.

Escrito por
Luana Correa (A12) (Reprodução/ Arquivo pessoal)
Luana Corrêa

Especialista em Marketing Digital e projetos digitais, sócia na startup de consultoria em marketing digital Elleva, atuo na área digital há 10 anos, passando por criação de conteúdo, gerenciamento de redes sociais, elaboração de projetos e estratégias digitais. Formada em comunicação social com habilitação em jornalismo pela UNIFATEA e com especializações em jornalismo on-line, marketing digital e mídias sociais pela FUNVIC e liderança organizacional pela Franklin Covey.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Comunicação

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.