Dúvidas Religiosas

O que é o batismo de emergência?

Quando alguém corre risco de morte qualquer pessoa poderá batizá-la

Escrito por Letícia Dias

16 AGO 2022 - 14H47 (Atualizada em 16 AGO 2022 - 16H07)

Shutterstock/ Jesus Cervantes

No último fim de semana, o ator Juliano Cazarré contou em um Programa da TV aberta que realizou o batismo de emergência da filha caçula, Maria Guilhermina de Guadalupe. Leia MaisO que diz o Papa sobre o Batismo?Qual a sua dúvida sobre o Sacramento do Batismo?

A bebê nasceu prematura com uma anomalia no coração. O ator disse que ao saber que a filha corria o risco de morrer, solicitou à equipe médica um copo de água na sala de parto para realizar o batismo de emergência

Instagram/@cazarre
Instagram/@cazarre


Entenda o Batismo de emergência

O batismo de emergência pode ser realizado quando uma pessoa corre risco de morte e não existe a possibilidade de recorrer a um sacerdote para que ele ministre o sacramento do batismo. Ou seja, qualquer pessoa com a devida intenção (Código de Direito Canônico can. 861,2) pode batizar (os pais, os avós, os médicos ou enfermeiros), inclusive mesmo se não forem batizados.

No entanto, se a pessoa em perigo de morte for um adulto, é necessário que haja um pedido vindo dela para que o batismo ocorra. Mas se o adulto não puder manifestar esse desejo por motivo da gravidade da situação, poderá ser batizado desde que anteriormente tenha desejado o sacramento.

Para que o batismo de emergência ocorra é importante observar algumas circunstâncias:

1. Ter certeza de que a pessoa realmente não foi batizada;

2. Utilizar água, não pode ser qualquer outro líquido. A quantidade de água não é importante, mas pelo menos algumas gotinhas precisam cair sobre a cabeça da pessoa a ser batizada.

3. Dizer a fórmula batismal: Fulano (dizer o nome da pessoa), eu te batizo em Nome do Pai (derrama um pouco de água sobre a cabeça da pessoa) e do Filho (novamente um pouco de água sobre a cabeça da pessoa) e do Espírito Santo (mais um pouco de água sobre a cabeça da pessoa).

4. Anote o nome da pessoa batizada e, se possível, seus dados e leve à igreja mais próxima para que seja feito o registro do sacramento.

5. Caso a pessoa sobreviva, é importante procurar a igreja para receber os ritos complementares (como a unção com o óleo dos catecúmenos e do crisma).

6. No caso do batismo de emergência não é obrigatório a escolha de padrinhos e madrinhas.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Letícia Dias, em Dúvidas Religiosas

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.