Notícias

Movimento “Escolhemos a vida”, reúne milhares de pessoas em Roma

Papa: "a vida é um dom de Deus, não um bem a ser manipulado"

Escrito por Lais Silva

23 MAI 2022 - 10H46 (Atualizada em 23 MAI 2022 - 11H28)

Shutterstock

Neste fim de semana, o movimento “Escolhemos a vida” (Scegliamo la vita), realizou uma passeata em Roma que contou com o apoio de mais de 100 organizações e associações de toda a Itália, e reuniu milhares de participantes.

A passeata teve início na Praça da República e terminou na Praça San Giovanni in Laterano. O evento teve como missão chamar a atenção da população, órgãos políticos e da mídia para questões importantes do movimento pró-vida.

Massimo Gandolfini, porta voz do evento, explicou a essência da manifestação e mencionou os temas abordados na chamada.

“Estamos nas ruas de Roma, sem bandeiras partidárias ou símbolos políticos, para reafirmar a proteção da vida contra os perigos do aborto e da eutanásia, mas também da compra e venda de crianças e drogas gratuitas. Uma injeção de coragem que mostra o país como o povo da vida", explicou.

O Papa Francisco falou sobre o assunto após a oração mariana do Regina Coeli, o Pontífice ressaltou que não se pode silenciar a consciência diante de ações que ofendam a vida. E saudou o evento “Escolhemos a vida”, agradecendo o empenho em conscientizar a população de que a vida não é um bem no qual todos podem opinar.

Lembremo-nos que a vida é um dom de Deus! É sempre sagrada e inviolável, e não podemos silenciar a voz da consciência”, ressaltou.

ANSA
ANSA


Manifestações pró-aborto nos Estados UnidosLeia MaisIgreja reitera sua posição contrária ao aborto e defende a vida humanaCinco vezes em que o Papa Francisco reagiu ao aborto

No início do mês, milhares de pessoas foram às ruas nos Estados Unidos para expressar a indignação com a possível conversa de derrubar o aborto legalizado em todo o país. Lá, o aborto é legalizado desde 1973, sendo um direito constitucional federal.

A decisão final sobre o assunto está prevista para acontecer em junho. Enquanto isso, movimentos pró-vida também manifestam o direito de preservar e escolher a vida.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Lais Silva, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.