Por Redação A12 Em Santo Padre

Papa recorda cristãos perseguidos em mensagem de Páscoa

O Papa Francisco recordou hoje os cristãos perseguidos por causa da sua fé, na sua mensagem de Páscoa, em que apresentou a “esperança” da ressurreição de Jesus.

“Possam os nossos irmãos em Cristo, que muitas vezes sofrem abusos e perseguições, ser testemunhas luminosas do Ressuscitado e da vitória do bem sobre o mal”, disse, desde a varanda da Basílica de São Pedro, antes da tradicional bênção ‘Urbi et Orbi’.

Vatican News.
Vatican News.

Francisco sublinhou que, neste Domingo de Páscoa, os católicos celebram a ressurreição de Cristo como “verdadeira esperança do mundo, a esperança que não decepciona”.

:: O verdadeiro significado do Domingo de Páscoa 

“É a força do grão de trigo, a do amor que se humilha e oferece até ao fim e que verdadeiramente renova o mundo”, observou.

Neste dia, assinalou o Papa, proclama-se uma mensagem de fé para toda a humanidade:

“A morte, a solidão e o medo já não são a última palavra”.

“Há uma palavra que vem depois e que só Deus pode pronunciar: é a palavra da Ressurreição”, acrescentou.

Leia MaisEu Sou O Brasil Ético: Por uma saúde que privilegie a todosCelebração da Vigília Pascal reúne centenas de devotos no Santuário de AparecidaCelebração da Paixão no Santuário Nacional medita a Cruz de JesusMissa da Ceia do Senhor inicia Tríduo Pascal no Santuário de AparecidaJá após a bênção, o pontífice renovou os seus votos de “Boa Páscoa” para todos os que o acompanhavam, na Praça de São Pedro – que tinha percorrido em papamóvel – e através dos meios de comunicação.

“Qua a alegria e a esperança de Jesus ressuscitado deem conforto às famílias, especialmente aos idosos, preciosa memória da sociedade, e aos jovens, que representam o futuro da Igreja e da humanidade”, desejou.

O Papa falou, mais uma vez, da Páscoa como a “festa mais importante” da fé, porque é a festa da “salvação”.

“Nestes dias de Páscoa, anunciai, com as palavras e coma vida, a bela notícia de que Jesus ressuscitou”, disse, antes de despedir-se de todos os peregrinos e visitantes com os tradicionais votos de “bom domingo” e “bom almoço”.


Fonte: Agência Ecclesia.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Santo Padre

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.