Por Pe. Werner Antonio Anderer, C.Ss.R. Em Notícias

Os caminhos da missão

Comunidade Valerianos em Monte Belo (MG)

Andando pelos caminhos do Novo Testamento encontramos indicadores que nos levam a acertar a direção e os rumos para se chegar à missão. O apóstolo São Paulo, até hoje o maior de todos os missionários, que esteve em contato com tantas pessoas e em variadas regiões, chegou a afirmar uma verdade fundamental da qual surge a necessidade de se realizar a Missão.

A verdade: (Romanos 10,13ss.)  
“... Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo”.

Por que a missão? 
“Como pois invocarão aquele em quem não creram?”

Para quem a missão:
“E como crerão naquele de quem não ouviram falar?”

De quem a missão:
“E como ouvirão, se não há quem pregue? 15 E como pregarão se não forem enviados?”

Como a missão?: 
“Logo a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Cristo”.

A ordem da missão

(Mateus 28 16ss) 16 “Partiram, pois, os onze discípulos para a Galileia, para o monte onde Jesus lhes designara. 17 Quando o viram, o adoraram; mas alguns duvidaram. 18 E, aproximando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: Foi-me dada toda a autoridade no céu e na terra. 19 Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; 20 ensinando-os a observar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos”.

Todos para a missão: “Ide!”

Para todos a missão: “Fazei discípulos de todas as nações!” (Romanos 10, 18): Por toda a terra saiu a voz deles, e as suas palavras até os confins do mundo”.

Nem todos na missão: (Romanos 10, 16). “Mas nem todos deram ouvidos ao evangelho; pois Isaías diz: Senhor, quem deu crédito à nossa mensagem?” 

O hoje da missão

Dom Sergio Eduardo Castriani, arcebispo de Manaus (AM) e presidente da comissão episcopal que preparou o texto do tema central da Assembleia Geral da CNBB em 2013:

“Nós acreditamos que na paróquia cada pessoa deveria ter a possibilidade de fazer um encontro com Jesus Cristo”. “Portanto, os bispos do Brasil estão de acordo em que "a paróquia precisa de uma renovação urgente", ligada à articulação de pequenas comunidades, capazes de criar vínculos entre as pessoas. Uma paróquia setorizada, que deve ser missionária. A paróquia, comunidade de comunidades, precisa acolher todas as realidades: religiosas, associações, CEBs, pastorais, novas comunidades de vida e aliança, escolas, hospitais, universidades...” 

O hoje nas Missões Redentoristas

No último dia das Santas Missões, o tempo extraordinário da evangelização para na emocionante despedida da imagem missionária de Nossa Senhora, dos missionários e no solene levantamento do Cruzeiro Missionário. Lembrando que esta parada é do encerramento do tempo extraordinário da Missão Popular que durou 3 meses com a presença dos redentoristas. A Missão Redentorista da Unidade de São Paulo a cada mês se completa, ou seja: a Missão da Visitação, a Missão nas Famílias e a Missão nas Comunidades.

Comunidade Valerianos em Monte Belo (MG)

Na Missão da Visitação missionários leigos da comunidade visitam as famílias para o cadastramento em vista da Missão e da formação dos Setores Missionários.

Formados os grupos de famílias, a missão continua. Missionários leigos formados reúnem as famílias todos os dias para cânticos, orações e reflexões sobre a lição da vida e da Bíblia. Famílias evangelizando famílias.

Na Missão nas Comunidades os missionários redentoristas voltam para intensificar a evangelização através de eucaristias com reflexões sobre verdades básicas da salvação, encontros para crianças, jovens, adultos e doentes; caminhadas e outras atividades. As comunidades de comunidades, ou seja, os setores missionários da missão vivem o tempo forte de evangelização. 

A continuidade do trabalho evangelizador

Os missionários das Missões Populares da Província de São Paulo sempre se preocuparam com a continuidade da evangelização. Assim, em um passado remoto, havia depois de realizadas as Missões, em combinação com os párocos, as Semanas Eucarísticas, sempre com a presença de Nossa Senhora Aparecida através da recepção solene da Imagem. Em outras oportunidades os missionários, preocupados com o revigoramento espiritual das pessoas, voltavam às paróquias para realizarem as chamadas ‘Comunhões Gerais’ das crianças, dos jovens: marianos e filhas de Maria e dos adultos.

Depois da criação dos Setores Missionários, foi impresso um livro: O Povo de Deus Persevera, com temas especiais para continuidade das missões. Durante um bom tempo, foram aproveitados os três primeiros dias da Semana Santa para a renovação das missões, tendo inclusive um encontro especial com os coordenadores e auxiliares. Atualmente, está sendo fornecido, para a continuidade das missões, o livro: Perseverando nas Missões. E, a pedido dos párocos, depois de aproximadamente um ano, os missionários voltam às paróquias missionadas para uma semana de Pós-Missão.

Lembrando que a partir de 1993 os missionários das Missões Populares estiveram presentes durante 10 anos no Jornal Santuário de Aparecida para continuarem se comunicando com as paróquias já missionadas. Durante aproximadamente 13 anos estiveram presentes na Rádio Aparecida, no programa Missionários Redentoristas com você, com a mesma finalidade e agora continuam com o Programa Nossa Missão. Ainda para ajudarem na perseverança das missões realizadas nas paróquias, já há 24 anos, é promovida a Romaria Missionária ao Santuário de Aparecida para um reencontro especialmente dos missionários com os Coordenadores e Auxiliares, os missionários leigos formados nas paróquias, para pedir a perseverança à Mãe Aparecida, a ‘Estrela’ da nova evangelização.

Depois de todos estes meios de evangelização e de perseverança, o Apóstolo Paulo deve estar contente, porque “todos ouvirão falar de Jesus, terão fé e invocarão o nome de Jesus para serem salvos!” e o lema das Missões se realizará: “Unidos em Cristo, com Maria, para viver e crescer em comunidade!”.

Padre Werner Antonio Anderer, C.Ss.R.
Equipe Missionária de Araraquara (SP)

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Pe. Werner Antonio Anderer, C.Ss.R., em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.