Por Elisangela Cavalheiro Em Notícias Atualizada em 06 AGO 2019 - 12H04

A devoção ao Bom Jesus de Pirapora

A devoção ao Senhor Bom Jesus de Pirapora teve início em 1725, quando a Imagem de Jesus flagelado e coroado de espinhos foi encontrada nas águas do rio Tietê por um morador local. Ele a levou para sua casa e iniciou uma devoção doméstica, que aos poucos foi atraindo mais pessoas. Documentos indicam que, em 1825, já haviam relatos de milagres alcançados no local de veneração daquela Imagem.

Em 1887, a então Capela do Bom Jesus foi elevada ao status de Santuário diocesano. O local abriga a Imagem encontrada há quase 300 anos, que pode ser vista no altar principal do templo. Desde 2018, os Missionários Redentoristas administram o santuário. 

:: Conheça o Santuário das Cruzes Gigantes

:: 12 santuários redentoristas para você visitar com a família

Na reportagem, o juiz de paz Anselmo Miguel dos Santos, que também trabalha no santuário, contou detalhes sobre esta devoção, que tem uma história curiosa ligada a uma romaria com cruzes gigantes.

Santuário de Pirapora.
Santuário de Pirapora.
Devotos entregam cruzes gigantes em frente ao santuário de Pirapora.


Confira! 

5 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Elisangela Cavalheiro, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.