Por Pe. José Inácio Medeiros, C.Ss.R. Em Notícias Atualizada em 24 JAN 2020 - 16H55

A presença redentorista na capital econômica do Brasil

Shutterstock.
Shutterstock.
Redentoristas marcam presença na Zona Leste.


Os Missionários Redentoristas estão presentes em São Paulo desde o início do século passado. A primeira comunidade redentorista foi fundada em São Paulo no bairro da Penha, no ano de 1905. Ali exerceram um importante trabalho com o Santuário de Nossa Senhora da Penha e no seminário.  Os missionários administraram o santuário até 1967. 


Nos anos de 1950 a província fundou a Paróquia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, no Jardim Paulistano, quando ainda era periferia da cidade, e nos anos de 1970 os missionários instalaram as casas de formação no bairro do Ipiranga, para acolher os jovens que vinham estudar Teologia. 

:: Como surgiu e cresceu São Paulo

Seguindo os passos do seu fundador Santo Afonso, os redentoristas assumiram uma maior presença na periferia paulista, a partir da década de 80. Os primeiros lugares de missão foram os bairros São Judas e Santana e, depois, na Zona Leste com o atendimento de vastas áreas pastorais na Cidade Tiradentes (que foi entregue para a arquidiocese no final de 2018) e no bairro Sapopemba, com a Paróquia Nossa Senhora da Esperança. Com o estágio pastoral dos Junioristas, os redentoristas passaram a atender comunidades do bairro Heliópolis (Igrejas Santo Antônio e Santa Ângela) e Singapura (Igreja Santo Estêvão).


As grandes festividades civis e religiosas do Quarto Centenário da cidade de São Paulo, em 1954, foram preparadas pelas Santas Missões pregadas na época em todas as paróquias da cidade. Foi um marco para a unidade redentorista de São Paulo. 

Veja as comunidades onde estão presentes os redentoristas na capital paulista: 

Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro
Rua Honório Líbero, 90 - Jardim Paulistano - SP 

Paróquia Nossa Senhora da Esperança 
Rua Henry Fuseli, 49 - Parque dos Bancários – Sapopemba - SP

As demais comunidades no bairro Ipiranga e Bosque da Saúde são apenas residência dos junioristas e padres formadores. 


1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Pe. José Inácio Medeiros, C.Ss.R. , em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.