Por Redentoristas Em Notícias Atualizada em 17 MAI 2019 - 09H55

Família Redentorista: Mensageiras do Amor Divino

A Congregação das Mensageiras do Amor Divino foi fundada em 17 de maio de 1954, em Aparecida (SP), pelo Padre Eduardo Henrique Moriarty e a Madre Felicy Braga, sob o carisma: Irradiar o Amor Divino.

Arquivo/MAD.
Arquivo/MAD.


No início, três jovens - Felicy Braga, Rosária de Souza e Terezinha de Jesus Campos - reuniram-se numa casa pobre e simples. Começaram a viver sob uma Regra de Vida escrita por seu diretor espiritual, padre Eduardo Moriarty, que era fundamentada no Evangelho e inspirada no seguimento de Jesus. O nome da Congregação foi dado pelos fundadores, padre Eduardo e Madre Felicy. 

Arquivo/MAD.
Arquivo/MAD.
Madre Felicy e Padre Moriarty, fundadores da Congregação.


Padre Eduardo foi um Missionário Redentorista que exerceu grande apostolado com os romeiros e aparecidenses. Ele nasceu em Boston, Massachusets, nos Estados Unidos, e veio morar no Brasil em 1946. Faleceu em 28 de março de 2015 e está enterrado no Memorial dos Fundadores em Aparecida, junto com Madre Felicy, que morreu quatro meses antes, em 2014.

Madre Felicy era um apelido carinhoso que ganhou ainda na infância. Seu nome era Felicidade de Lourdes Braga.  Padre Eduardo foi seu diretor espiritual e confessor e, junto com ele, se uniram pelo ideal de irradiar o amor do Sagrado Coração de Jesus, expressão humana do “Amor Divino”.

Desde a sua fundação, a Congregação das Mensageiras do Amor Divino viu seu carisma se tornar conhecido, conquistar novas vocações e hoje  está presente em quatro estados brasileiros: São Paulo, Bahia, Paraná e Minas Gerais, e ainda em Angola e Itália. As irmãs trabalham na formação catequética, com retiros para crianças, jovens e adultos, acompanhando pastoralmente santuários entre outros serviços. 

A congregação também é responsável pelo Centro de Amparo ao Menor Nossa Senhora do Monte Claro, localizado em São José dos Pinhais (PR), que atende gratuitamente crianças e adolescentes de 06 a 15 anos, que vivem em situação de Vulnerabilidade Social, e pela gestão da Associação Paulista de Amparo à Mulher - APAM que acompanha mulheres que se encontram em alguma situação de vulnerabilidade, mantendo atividades que visam um atendimento integral e extensivo à família. A APAM tem sua sede no bairro Barra Funda, em São Paulo.  

Saiba mais sobre a Congregação em www.mensageiras.com.br

Veja a reportagem realizada na sede da congregação em Aparecida:



Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redentoristas, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.