Notícias

Pe. Vítor e a Espiritualidade Missionária para uma Igreja em Saída

Após o Tríduo em homenagem ao Servo de Deus, Santuário Nacional recebe a tão celebrada Romaria do "Apóstolo de Aparecida"

Escrito por Mário Pereira

23 JUL 2022 - 06H00

Comissão Patrimônio Histórico

O Santuário Nacional de Aparecida recebeu nos últimos três dias, o Tríduo em homenagem a Padre Vítor Coelho de Almeida. Neste sábado (23), às 9h, é a vez da tão celebrada Romaria do Pe. Vítor, que está em sua 11ª edição, com o tema: “Pe. Vítor e a Espiritualidade Missionária para uma Igreja em Saída”.

                            “Para nós, em tempo de Papa Francisco, queremos resgatar essa espiritualidade do Pe. Vítor Coelho. Um homem missionário, que foi até as pessoas para anunciar a Palavra de Deus, para anunciar o amor à Nossa Senhora”, afirma o Pe. Anísio Tavares, C.Ss.R., vice-postulador da causa de beatificação do ‘Apóstolo de Aparecida’”.

Arquivo Pessoal
Arquivo Pessoal
Padre Anísio Tavares colabora na causa de beatificação do Pe. Vìtor desde 2019


De fato, o Servo de Deus ganhou notoriedade e fama de santidade a partir das Santas Missões e, mais notoriamente, com o seu ministério na Rádio Aparecida e no Santuário Nacional de Aparecida.

                                          “Nós estamos no Santuário, onde o Servo de Deus Pe. Vítor Coelho exerceu grande parte de sua vida missionária, mas ele também foi missionário itinerante, indo por muitas cidades do Brasil como missionário e levando a imagem de Nossa Senhora Aparecida. Nós, hoje, agradecemos a vinda do Servo de Deus, porque foi um homem que, em seu tempo, entendeu que a Igreja não deve ficar na sacristia, mas deve ir, sair, levar a Palavra de Deus. É isso que estamos nesta 11ª Romaria querendo enfatizar”, ressalta Pe. Anísio.

Leia MaisPe. Vítor e a Mariologia Padre Vítor e a Eclesiologia Pe. Vitor e a Santíssima Trindade

O Tríduo em homenagem ao Pe. Vítor recordou a espiritualidade do saudoso Apóstolo de Aparecida, mostrou o caminho do amor manifestado pela Santíssima Trindade, e nos direcionou a viver a santidade cotidiana como Igreja caminhante, sempre confiante na proteção de Maria.

                                        “Padre Vítor sempre dizia: ‘aquele que evangeliza, aquele que contribui na evangelização, tem mérito de pregador’. Então, nós contamos com você, para propagar, para divulgar, a pessoa do Pe. Vítor Coelho, o seu legado espiritual e, para assim, podermos viver juntos a espiritualidade da Igreja em saída”, esclareceu o vice-postulador.

O processo de Beatificação do Pe. Vitor Coelho de Almeida está em Roma, na Congregação para a Causa dos Santos, e necessita de três decretos para ser concluído. O primeiro é o da Heroicidade das virtudes, que torna o Servo de Deus um Venerável. Depois, o Super Miro, que se refere ao ato de aprovação de um milagre atribuído à intercessão de Padre Vitor - esse está em análise. Por fim, o Decreto de Beatificação, assinado pelo Papa.

Confira a reflexão do Pe. Anísio Tavares, C.Ss.R., sobre o tema da 11ª Romaria do Pe. Vítor Coelho de Almeida:



Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Mário Pereira, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.