Notícias

Qualificar presença digital na Formação Redentorista

Escrito por Elisangela Cavalheiro

19 NOV 2020 - 11H51 (Atualizada em 20 NOV 2020 - 09H33)

Shutterstock Celular - Site Vocacional (Shutterstock)

A formação dos missionários tem sido repensada a partir dos desafios e oportunidades do mundo digital. Com a realidade da pandemia e o isolamento social esse tema tornou-se ainda mais urgente.

Padre Anísio Tavares, C.Ss.R. que é um dos formadores da Província de São Paulo fala sobre quais ferramentas e meios já tem sido utilizados para aprimorar o programa formativo.

Veja a entrevista:


Padre Anísio esclarece que a pandemia mostrou como é importante o contato constante com os formandos e vocacionados.

“O uso de plataformas na formação, por exemplo, WhatsApp, Facebook e Instagram já estão presentes no nosso meio formativo, porém percebemos que ainda carece de aprimoramentos e o contexto da pandemia trouxe isso de modo muito evidente e muito presente. Não basta dar informações, mas temos que agora criar interações qualificadas no contexto pós-pandemia. Porque nós temos consciência de que o mundo digital não vai retroceder, o progresso do mundo digital que nós conquistamos durante a pandemia não vai ter um passo atrás de modo algum, mas ele vai ter que ser melhor integrado na dinâmica formativa”, reforça o religioso.

Diante desse panorama, o formador já percebe que toda essa interação social e o consequente uso de novas tecnologias vão ser agora aprimorados e integrados explicitamente no programa formativo.

Para um jovem se tornar um padre redentorista ele precisa passar de 5 a 6 etapas que podem durar até 10 anos. Esse processo inicial se encerra com os votos perpétuos quando escolhem ser irmãos e a ordenação presbiteral quando padres.

:: Conheça as Etapas de Formação

Atualmente, o Secretariado Vocacional Redentorista que é a porta de entrada para os jovens que desejam ingressar na Congregação Redentorista, já contava com um curso totalmente on-line, o CVR (Curso Vocacional Redentorista). O CVR é uma forma de garantir um acompanhamento à distância, através de subsídios que fomentam a reflexão vocacional.

Diante da realidade da pós-pandemia, padre Anísio tem um palavra de esperança:

"O advento do mundo digital neste contexto pós-pandemia, traz muita esperança e abre muitas portas de novas possibilidades, novos modos de nos relacionarmos enquanto formação redentorista".

:: Curso Vocacional on-line? Temos!

:: Não é preciso ter superpoderes para ser um Redentorista


1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Elisangela Cavalheiro, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.