Por Elisangela Cavalheiro Em Redentoristas

Memorial Redentorista: lugar de oração e encontro com Deus

Local abriga história do Padre Vítor Coelho de Almeida e restos mortais dos padres e irmãos redentoristas falecidos desde 1898.

Na Praça Nossa Senhora Aparecida, em Aparecida (SP), ao lado da Matriz Basílica, a primeira igreja a acolher a Imagem da Padroeira do Brasil, o Memorial Redentorista abriga a história de um dos mais conhecidos missionários redentoristas do Brasil, Padre Vítor Coelho de Almeida.

Padre Vítor dedicou sua vida à evangelização dos romeiros e ouvintes da Rádio Aparecida e foi um dos maiores difusores da devoção mariana em todo o Brasil.

Localizado no que já foi o pátio interno do Convento Velho dos Missionários Redentoristas, que foi construído em 1898, o Memorial Redentorista é tido por aqueles que o visitam como um lugar de oração e encontro com Deus.

Memorial Redentorita Padre Vítor (Elisangela Cavalheiro)

Para o administrador do Memorial, frater Francisco Jesus, C.Ss.R., essa identificação é a que mais caracteriza atualmente o local. “Quando as pessoas vêm até o Memorial elas se sentem muito bem, porque a espiritualidade aqui é muito profunda”, assinalou.

Ao chegar ao local, os visitantes encontram na porta um convite gentil. “Seja bem-vindo. Entrada Gratuita”. Gentileza que se traduz em todo o espaço na simplicidade de sua organização e no acolhimento fraterno dos seus colaboradores.

Foto de: A12.

Memorial Redentorita Padre Vítor (Elisangela Cavalheiro)

Frater Francisco administra o Memorial
há três anos. 

O Memorial Redentorista como está organizado atualmente, foi obra do bispo auxiliar de Aparecida, dom Darci Nicioli. Em 2012, ele reformou e mudou a estrutura do local em vista de um melhor atendimento dos romeiros e devotos de Padre Vítor. Hoje, contando com ampla divulgação, o Memorial chega a receber no período das férias, o mais intenso do ano, mais de 15 mil visitantes por mês. Este aumento dos devotos de Padre Vítor ao local fez surgir a campanha ‘Família dos Romeiros de Padre Vítor’, que já conta com mais de 5 mil colaboradores.

“Hoje, nós temos o Memorial, não somente como aquele lugar onde estão guardados os restos mortais dos redentoristas, mas como um local aonde as pessoas vem rezar, agradecer e fazer seus pedidos”, finaliza o administrador.

Conheça mais sobre o Memorial Redentorista.

Estrutura do Memorial

Atualmente, o Memorial consta de uma pequena capela, de estilo gótico, construída em 1926, onde atualmente está o túmulo do Padre Vítor Coelho, cujo processo de beatificação foi introduzido em 1998. Esta capela é uma réplica da Igreja de Santo Afonso, na Itália.

Em frente, na Capela Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, local que foi o primeiro seminário dos missionários, estão mais de cem urnas com os restos mortais dos padres e irmãos redentoristas falecidos desde 1898.

Nesta capela ficam expostos também os objetos pessoais do Padre Vítor Coelho, como por exemplo, a Imagem de Nossa Senhora Aparecida, que ele levava para as missões e paróquias, a batina e o microfone.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Elisangela Cavalheiro, em Redentoristas

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.