Por Redentoristas Em Redentoristas

Missionários Redentoristas da América Latina e Caribe emitem nota sobre o momento nacional

A Conferência dos Redentoristas da América Latina e Caribe, reunida em Assembleia entre os dias 03 e 04 de maio, ao refletir sobre a sua missão nesse continente redigiu nota sobre o momento político-social do Brasil. No texto, os Missionários Redentoristas das 26 Províncias e Missões da Congregação do Santíssimo Redentor de todos os países da Conferência manifestaram "profunda preocupação com a situação de grave crise política, ética e moral pela qual atravessa a América Latina e que agora atinge a nação brasileira".

Foto oficial dos religiosos reunidos em Assembleia no Paraguai

Em oito pontos, os religiosos apontam diversas realidades preocupantes para a democracia brasileira, entre elas, a corrupção sistêmica em instituições públicas e privadas, a disputa pelo poder, a implantação de uma política econômica que favoreça às forças do mercado, a manipulação da opinião pública pela mídia.

"Enfatizamos que as forças que ameaçam a democracia, marcadamente conservadoras quanto às conquistas sociais, querem implantar uma política econômica que favoreça às forças do mercado, tudo sob o pretexto de defesa da governabilidade, da estabilidade política e da superação da crise econômica. Dificilmente pode-se dizer legítimo um governo que assuma sem o voto popular", afirmam. 

[LEIA TAMBÉM: Assembleia Capitular reúne redentoristas da América Latina e Caribe] 

Leia a nota na íntegra: 

MANIFESTAÇÃO DOS MISSIONÁRIOS REDENTORISTAS
SOBRE O MOMENTO POLÍTICO-SOCIAL DO BRASIL

“O Espírito do Senhor está sobre mim,
porque Ele me ungiu para evangelizar os pobres”. (Lc 4, 18)

1. Os superiores maiores e representantes das 26 Províncias e Missões da Congregação do Santíssimo Redentor, de todos os países da América Latina e Caribe, reunidos em Assembleia Geral, nos dias 3 e 4 de Maio de 2016, na cidade de Atyrá, Paraguai, refletimos sobre a evangelização neste continente.

2. Movidos pelo anúncio do Evangelho de Jesus Cristo e chamados a evangelizar os mais pobres, conforme nosso carisma de redentoristas, manifestamos profunda preocupação com a situação de grave crise política, ética e moral pela qual atravessa a América Latina e que agora atinge a nação brasileira. Pelo que se vai constatando, a corrupção sistêmica em instituições públicas e privadas, com forte influência de partidos políticos, tem sido um mal que precisa ser debelado definitivamente. Espera-se que as investigações em curso possam, com amplo direito de defesa, chegar aos culpados e estes, devidamente responsabilizados. Porém, nenhuma decisão que possa vir a ferir os princípios constitucionais será a melhor saída para a crise, que, antes de tudo, é política.

3. Acompanhamos com séria preocupação o posicionamento político-partidário que visa destituir a Presidenta da República, eleita pelo voto popular. Em frente a isso, o Brasil pode retroceder diante dos avanços das políticas sociais que foram conquistas dos últimos anos. O que está em jogo nesse momento não parece ser a mudança do sistema político que carece de ampla reforma, mas a disputa pelo poder entre forças fortemente marcadas por uma política que pode tirar direitos trabalhistas e empurrar milhões de brasileiros (as) para a linha de extrema pobreza.

4. Com isso, enfatizamos que as forças que ameaçam a democracia, marcadamente conservadoras quanto às conquistas sociais, querem implantar uma política econômica que favoreça às forças do mercado, tudo sob o pretexto de defesa da governabilidade, da estabilidade política e da superação da crise econômica. Dificilmente pode-se dizer legítimo um governo que assuma sem o voto popular.

5. É imprescindível que se respeite a democracia. Constatamos, também aqui no Paraguai, as consequências perversas e o sofrimento da população devido a um processo com muitas semelhanças ao que se está tentando no Brasil.

6. Outra questão crucial que notamos é a manipulação da opinião pública pela mídia. Sabe-se mais e se tem uma melhor análise da verdadeira situação do Brasil pela mídia internacional e alternativa do que pela grande imprensa brasileira.

7. Convocamos a todos ao diálogo para a superação do difícil momento e reiteramos nosso respeito e confiança nas instituições brasileiras capazes de protagonismo no urgente e necessário caminho do entendimento.

8. Em Cristo, nosso Redentor, despedimo-nos e desejamos ao querido povo brasileiro os melhores votos de justiça e de paz.

Missionários Redentoristas da América Latina e Caribe

21 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redentoristas, em Redentoristas

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.