Por Redentoristas Em Notícias Atualizada em 28 MAI 2019 - 15H01

São Geraldo e seu amigo encarcerado

Reprodução.
Reprodução.
Geraldo sempre convidada seus amigos para visitar o amigo encarcerado.


A Eucaristia foi o centro da vida de São Geraldo.
Comungando frequentemente, se nutriu deste sacramento, que se tornou o suporte da sua vida. Passava horas e até noites inteiras diante do Santíssimo Sacramento, em profunda adoração.

O amor a Jesus Eucarístico nasceu espontaneamente no coração de São Geraldo. Aos cinco anos já ia sozinho ao santuário da Virgem de Capodigiano, aproximadamente dois quilômetros de sua casa, e, nas brincadeiras com os coleguinhas, era ele quem tomava a iniciativa: “vamos visitar o nosso amigo encarcerado”, e todos o seguiam para a visita a Jesus no sacrário.

Leia Mais12 santuários redentoristas para você visitar com a famíliaAos dez anos de idade, fez a primeira comunhão. Profunda era sua paixão por Jesus, que ao receber a Eucaristia ficava imóvel, extasiado, como se o tempo parasse.

Há um episódio de sua infância, o qual pode ser contemplado numa das pinturas do teto da Basílica de São Geraldo, em Curvelo, que tem como título, “A Primeira Comunhão Milagrosa”.

:: Conheça mais sobre a história deste santo

Vejamos o relato de um hagiógrafo:

“Geraldo contava já seus sete anos de idade, quando assistindo à Missa, certo dia, reparou os fiéis recebendo a comunhão. Aproximou-se, também ele, no intuito de comungar, mas o celebrante saltou-o. Foi o bastante para desconsolar o pobre menino. Mas o bom Deus que nele se comprazia providenciou-lhe a consolação. Naquela noite o arcanjo São Miguel trouxe-lhe a comunhão. Este favor ficaria totalmente desconhecido, se Geraldo mesmo não o tivesse contado, na manhã seguinte, ao ourives Sr. Alexandre Piccolo e à D. Catarina Zaccardo. Contou também ao seu diretor espiritual, depois que se tornou Redentorista. Aí está a origem da piedosa devoção ao arcanjo São Miguel. Devoção que o Irmão Geraldo conservou por toda a sua vida”.

Reprodução.
Reprodução.
São Miguel Arcanjo entregando eucaristia para Geraldo.


Em São Geraldo, a fé nunca esteve desligada da vida. Em torno da Eucaristia, ele aprendeu a ser solidário com os mais pobres e sofredores, fazendo da sua vida uma constante “eucaristia”, doando-se inteiramente aos irmãos.

Pe. Américo de Oliveira, C.SS.R.
Reitor da Basílica de São Geraldo
Curvelo/MG

:: São Geraldo foi um irmão redentorista, você quer saber mais sobre essa vocação? Clique aqui. 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redentoristas, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.