Notícias

Beneficiário do CAS é promessa no futebol internacional

Escrito por Mariana Sagossi

11 MAR 2021 - 09H35 (Atualizada em 12 MAR 2021 - 08H47)

Beneficiário do CAS é promessa no futebol

Lucas Matheus dos Santos Freitas, 18 anos, morador da cidade de Potim, interior de São Paulo, iniciou sua trajetória no Centro de Assistência Social São Geraldo em 2012.

Levado por sua mãe, Priscila, ele e o irmão Luan Felipe iniciaram na instituição um pouco desanimados e desmotivados. Com o passar do tempo e com a motivação dada pela equipe do CAS, os irmãos aceitaram participar das atividades e do Programa Semear.




Lucas permaneceu na Obra Social Redentorista por quatro anos,
participando das oficinas, atividades, acolhidas, acompanhamentos psicossociais e também do Programa Inclusão Jovem. Na época ele e a família passavam por momentos difíceis, o que muitas vezes levava o adolescente a pensar em desistir.

Leia MaisCentros de Assistência Social Redentorista impactaram quase 3 mil vidas em 2020Por amor ao CAS, beneficiários percorrem até 8 km para participar de atividades

Mas a força de vontade em ter uma vida melhor e todo o apoio que era oferecido pelo CAS fizeram o jovem descobrir suas potencialidades e se destacar no município, abrindo portas, fazendo-o sonhar e tornando-o protagonista de sua vida.

O CAS me ajudou a descobrir minhas potencialidades e com todo conhecimento que eu adquiri lá eu passei a me dedicar e a focar no meu futuro como jogador de futebol. Eu passei por muitas dificuldades, mas eu não desisti. Eu aprendi no CAS a ser persistente, então continuei correndo atrás do meu sonho e, com a ajuda dos meus avós, eu encontrei forças para seguir em frente”, relata Lucas.


Beneficiário do Programa Semear se preparando para jogar em Portugal.


Hoje Lucas é um
atleta profissional e após este momento de pandemia iniciará sua carreira no exterior no time “Futebol Clube Marítimo Velense”, de Portugal.

O ex-usuário gosta sempre de lembrar a relevância que o CAS São Geraldo teve em sua vida. “Eu gosto sempre de falar da diferença que o CAS fez na minha vida, quero que minha história seja inspiração para muitos jovens de Potim”.


Lucas e o amigo treinando no campo de futebol em Aparecida.


Luan, também ex-usuário, seguiu os mesmos passos do irmão e hoje é atleta profissional e joga pelo time “Associação Atlética Anapolina”, de Goiânia.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Mariana Sagossi, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.