Notícias

Por amor ao CAS, beneficiários percorrem até 8 km para participar de atividades

Escrito por Mariana Sagossi

19 NOV 2020 - 09H27 (Atualizada em 23 NOV 2020 - 13H55)

Obras Sociais obras_sociais_materia (Obras Sociais)

Percorrer de 2 km a 8 km para poder participar das atividades on-line do CAS. Essa é a realidade de muitos beneficiários do Centro de Assistência Social Pedro Donders, em Miracatu (SP), desde que a pandemia chegou e a Obra Social precisou suspender as atividades presenciais.

Mas isso não se tornou empecilho para aqueles que não medem esforços para estarem presentes, mesmo que de longe, nas oficinas e atividades.

“Eu faço o possível e impossível pelo CAS, para conseguir participar das 'lives' e atividades, pois o CAS mudou a minha vida e a vida da minha família”. É assim que a beneficiária, Andréia Vidal, se refere ao CAS com muito carinho e gratidão, ela que percorre mais de 2 km para conseguir ter acesso à internet, e poder assim, participar das oficinas pela internet.

Obras Sociais
Obras Sociais
Beneficiária Andréia realizando em casa as atividades on-line do CAS


A beneficiária Sueli, participante do Programa SOS Família, conta que tem tido um pouco de dificuldade para realizar as atividades por conta do sinal fraco de internet, mas que isso não a impediu de interagir com as oficinas do CAS que ela tanto gosta.

“Aqui o sinal de wi-fi é fraco, porque moro na Zona Rural, nos dias de chuva então fica pior, mas eu amo os cursos que faço no CAS e então eu ando, caminho, subo os morros só para conseguir pegar a internet e participar. Esses dias eu postei a pintura que fiz no curso em um grupo do Facebook, e eu tive mais de 2 mil curtidas e 500 comentários, isso me deixou muito feliz e me mostrou como vale a pena eu me esforçar para estar presente nas oficinas on-line. E também, eu aprendi a fazer bolos na oficina de culinária, semana passada mesmo vendi dois bolos, isso tem me ajudado muito”, ressalta Sueli.


Sueli mostra com alegria a pintura que fez na oficina de artes


Leia MaisObra Social cria cartilha para ajudar na saúde emocional Obras Sociais Redentoristas em tempo de PandemiaPara a coordenadora, Kelly ver os resultados positivos faz com que os colaboradores se reinventem ainda mais para sempre manter a qualidade do trabalho, de perto ou de longe, além de mostrar que a equipe está no caminho certo.

“É muito bom ver o esforço dos nossos beneficiários, eles sempre nos enviam fotos, vídeos, mostram com felicidade as atividades executadas. Ver que as atividades online têm os ajudado a passar por este momento e que isso está fortalecendo o vínculo familiar é muito bom para nós, é uma grande motivação para toda a equipe”. 

:: Conheça mais sobre o Centro de Assistência Social Pedro Donders

Veja entrevista que o programa Aparecida Interessa ao Brasil da TV Aparecida fez com a colaboradora Natália Bacoli sobre a cartilha: 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Mariana Sagossi, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.