Por Pe. Rogério Gomes, C.Ss.R. Em Palavra Redentorista Atualizada em 25 JAN 2020 - 10H21

A missão redentorista em meio ao comunismo e minorias católicas

Os Missionários Redentoristas, Sacerdotes e Irmãos, estão presentes em 16 países asiáticos: Austrália, Índia, Filipinas, Tailândia, Vietnã, Indonésia, Japão, Malásia, Coreia, Sri Lanka, Nova Zelândia, Samoa, China, Taiwan, Laos e Mianmar.

Vários desses países da Ásia-Oceania fazem parte das grandes economias mundiais. Nesses lugares, o secularismo tem uma influência muito forte na sociedade, e a vida consagrada e eclesial sofreu um declínio significativo.

Reprodução.
Reprodução.
Grupos de missionários da Província do Vietnã, em 2016.


Quanto à situação política, em muitos países, predomina o sistema democrático, e eles gozam de liberdade, com exceção de China e Vietnã, onde o comunismo se fortalece, e a liberdade de expressão pública é muito limitada. Os governos locais são muito repressivos contra a população e também contra o catolicismo. Nos países do Oriente Médio, a política e os governos são regidos e administrados de acordo com as leis e tradições muçulmanas. A liberdade pessoal também é bastante limitada.

:: Conheça Marcel Van, um jovem vietnamita e missionário redentorista

Apesar do desenvolvimento econômico e tecnológico existentes na região, a pobreza, a falta de trabalho, os baixos salários, e a injustiça econômica ainda afetam enormemente a situação social em geral, criando abismos sociais e realidades dramáticas, como a prostituição, o tráfico de drogas, etc.

Em meio a esse contexto multicultural e desafiante, os Redentoristas estão distribuídos em 07 Províncias, 04 vice-províncias e duas Regiões de missão.

Leia MaisRedentorista sequestrado nas Filipinas é modelo de luta pela justiça social Os principais trabalhos pastorais são as paróquias, as Igrejas não paroquiais, os santuários (Manila, Ipoh-Cingapura e Cebu), as periferias das grandes cidades, os trabalhos sociais, especialmente no caso da Província de Tailândia, e as outras províncias menores.

Em geral, os Redentoristas são bem aceitos, apreciados por seus trabalhos e reconhecidos por sua opção preferencial pelos pobres e pela proximidade com o povo. As missões e os ministérios são altamente reconhecidos e valorizados pelas pessoas e igrejas locais. O ministério de participação social na vida dos pobres é reconhecido pelos governos locais. Os leigos cristãos apreciam o espírito missionário, a ação pastoral e, muitos deles, participam e envolvem-se na missão e nas atividades pastorais como colaboradores.

Com exceção das Filipinas, onde a maioria é católica, em outros países, o catolicismo é minoria em relação às outras religiões (islamismo, budismo, xintoísmo, etc). Em geral, a relação entre o catolicismo e outras religiões ocorre em um clima de tolerância e é razoavelmente boa. A liberdade de culto é protegida por lei em todos os países. No entanto, grupos fundamentalistas e radicais aumentaram, consideravelmente, nos últimos anos na Índia (hinduísmo) e na Indonésia (islamismo).


O Vietnã tem experimentado um aumento do número de vocações à vida redentorista. Outras Unidades na Índia e na Indonésia também. Tailândia, Cebu, Manila têm vocações suficientes apenas para manter a situação atual, e Sri Lanka, a pequena Unidade, nos últimos tempos, está se renovando devido ao número de jovens que querem ingressar na Congregação.

É com esse dinamismo missionário que os Redentoristas tem levado à frente os diversos trabalhos, buscando, a partir do carisma fundacional, serem “testemunhas do Redentor, solidários para a missão em um mundo ferido”.


Escrito por
Pe. Rogério Gomes, C.Ss.R. (Foto Deniele Simões JS)
Pe. Rogério Gomes, C.Ss.R.

Redentorista, formado em filosofia e teologia, graduado com doutorado em Teologia Moral. Lecionou no ITESP e na Academia Alfonsiana de Roma. Atualmente é Conselheiro do Governo Geral da Congregação Redentorista.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Pe. Rogério Gomes, C.Ss.R., em Palavra Redentorista

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.