Notícias

Dicas do cantor e organista do Santuário de Aparecida para você cuidar da sua voz

Os músicos do Santuário expressam, por meio das canções, a liturgia diária, ajudando o povo a rezar

Escrito por Marília Ribeiro

16 ABR 2020 - 07H00 (Atualizada em 16 ABR 2021 - 10H25)

Thiago Leon Músicos do Santuário (Thiago Leon)

Em todas as celebrações do Santuário, a música ajuda os devotos a rezarem e viverem a experiência da fé no Cristo ressuscitado. A cada canção, o louvor, o agradecimento, a alegria ou até mesmo a tristeza ganham força, e o que às vezes não é fácil expressar em palavras, é expresso com o coração, em cada verso rezado e cantado nas santas missas.

No Santuário, os responsáveis por cantarem as celebrações e paraliturgias ficam aos pés da Padroeira do Brasil, recebendo de perto a intercessão d'Aquela que, com certeza, se alegra com as notas musicais tomando conta do seu Santuário.

Seis pessoas compõem o time de músicos do Santuário de Aparecida: Júnior Campos, Silvio Lino, Edmar Tassoni, Elaine Guimarães, Márcia Tobias e Grabriel Santo.  Nas celebrações especiais da Casa da Mãe ainda contribuem com o canto no Santuário o Irmão Alan, o Frater Iorlando, a Irmã Custódia e a Irmã Berenice,  além de contar com dois corais de voluntários o Coro do Santuário e o Coro da Arquidiocese de Aparecida e a participação da orquestra e coral do PEMSA, em celebrações solenes.

Junior Campos faz parte da equipe de músicos desde 2008. No entanto, a sua primeira experiência de cantar no maior Santuário Mariano do mundo é datada de 2001, quando apenas com 10 anos de idade cantou pela primeira vez na vida, já no Santuário de Aparecida. Nesta época, ele que fazia parte do coral da Casa do Pequeno, um projeto social do Santuário. “Não imaginava que sete anos depois, fosse ser um dos músicos oficiais do Santuário Nacional”, relatou.


Junior Campos faz parte da equipe de músicos do Santuário de Aparecida


Ele afirma que é
uma gratidão fazer parte dos músicos do Santuário e ter a oportunidade de, “junto com os devotos, cantar as glórias de Maria, que é a Páscoa de seu filho Jesus”.

O sentimento que me vem é de profunda emoção quando o romeiro canta e se alegra. Ele canta a sua graça alcançada, canta a sua perda, canta os seus anseios e esperanças”, expressou Junior.

Cuidados com a voz

Para os devotos que gostam de celebrar Cristo por meio da música, Júnior dá algumas dicas sobre os cuidados com a voz. Ele explica que cada músico do Santuário faz o seu aquecimento vocal, para o zelo com as pregas vocais. Afirmou também que os cuidados devem se estender para as questões físicas e psicológicas. “A voz é muito delicada e sofre diretamente as consequências dessas alterações”, pontou.

Confira as dicas para manter uma voz saudável e se prepare para que, brevemente, você possa servir em sua comunidade, participando da Pastoral da Música:

Beba bastante água (em temperatura ambiente) enquanto estiver falando, em pequenos goles. Um corpo permanentemente hidratado significa pregas vocais hidratadas e com melhor flexibilidade e vibração;

• Preocupe-se em manter uma alimentação equilibrada, mastigando bem cada alimento a ser ingerido.  Evite ficar muitas horas em jejum;

Coma maçã, pois é adstringente e limpa o trato vocal. Além disso, sua mastigação exercita a musculatura responsável pela articulação das palavras.

• Use roupas confortáveis e de tecidos que absorvam a transpiração. Roupas leves e folgadas são ideias para quem trabalha com a voz. Sapatos confortáveis favorecem a postura correta;

Sono regular, momentos de lazer e atividades físicas também contribuem para uma boa produção vocal;

• Procure respirar sempre corretamente levando ar até o abdômen e expandindo as costelas. Não eleve os ombros e o peito, como se fosse um pombo. O abdômen que tem de se expandir como se estivesse cheio de ar;

• Enquanto estiver falando, mantenha a postura de corpo ereta, porém relaxada, principalmente a cabeça;

• Evite competir com ruídos externos durante a fala. Fique atento a eles e procure não aumentar o volume de sua voz na tentativa de superá-los;

Tente não gritar. Se for possível, opte sempre pelo microfone ao falar em público;

Fale pausadamente e de maneira correta, articulando bem as palavras, mas sem exagero;

Ter audição normal é importante, pois o monitoramento vocal é realizado pela audição;

• Ao sentir vontade de tossir ou pigarrear, respire profundamente pelo nariz e engula a saliva várias vezes ou beba água, pois essas ações provocam um forte atrito nas pregas vocais, irritando-as;

• Para diminuir a tensão na região dos ombros e do pescoço, boceje e espreguice diversas vezes ao dia;

• Após o uso intenso da voz procure permanecer em repouso vocal por algum tempo.

4 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Marília Ribeiro, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.