Por Marília Ribeiro Em Notícias

Encontro das ENS: Viver a comunhão em família é uma forma de anúncio missionário

A santa missa das 9h, desta quarta-feira (01) celebrou o primeiro dia do 3º Encontro Nacional das Equipes de Nossa Senhora, que estarão reunidas no Centro de Eventos Padre Vitor Coelho de Almeida até sexta-feira (3). A celebração foi presidida por Dom Raymundo Damasceno Assis, Cardeal Arcebispo de Aparecida e concelebrada por diversos bispos, padres e conselheiros das equipes de Nossa Senhora no Brasil.

 

O tema central da celebração de hoje é Jesus Libertador, Jesus que nos convida a viver como irmãos e irmãs e assim como ele, devemos estender as mãos a todos os que precisam.

A procissão de entrada da equipe de celebração contou com a presença do casal Maria Berta e José Moura Soares, responsáveis pelas equipes de Nossa Senhora em Portugal, que conduziram a imagem de Nossa Senhora até o presbitério.

Em sua homília, dom Raymundo relacionou o milagre da transformação da água em vinho na Bodas de Caná, com a vida de um casal.

 

"Se permanecermos fiéis a Jesus e aos nossos compromissos, inerentes à vocação que abraçamos, Deus não nos decepcionará e, certamente, irá nos reservar surpresas agradáveis e alegres, como o fez com os noivos em Caná da Galileia.”

“ Em Caná, Jesus transforma a água, bebida comum, – símbolo das fadigas diárias - em vinho, no dom da alegria. “Todo homem serve em primeiro lugar o vinho bom e quando os convidados já estão embriagados, serve o vinho inferior.”

O celebrante explica que o mesmo acontece na vida de um casal, mas que se mantiverem a fé e a confiança em Jesus, Deus não decepcionará.

“Muitas vezes tem-se a impressão de que os momentos mais belos são aqueles do início do casamento. Com o passar do tempo surgem as preocupações, as desilusões, as dificuldades, muitas vezes, difíceis de superar. Em Caná, o vinho melhor foi servido no final da festa. Assim também acontece na nossa vida. Se permanecermos fiéis a Jesus e aos nossos compromissos, inerentes à vocação que abraçamos, Deus não nos decepcionará e, certamente, irá nos reservar surpresas agradáveis e alegres, como o fez com os noivos em Caná da Galileia.”

“É importante que as famílias chamadas a testemunhar o evangelho com a vida não escondam aquilo em que acreditam. O próprio fato de viver a comunhão em família é uma forma de anúncio missionário”, pontua.

Ao concluir Dom Raymundo pediu que os participantes do Encontro Nacional das Equipes de Nossa Senhora sejam multiplicadores dos frutos deste encontro, junto aos seus familiares e as pessoas que não puderam vir.

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Marília Ribeiro, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.