Por Pe. Renan Rangel dos Santos Pereira Em Artigos Atualizada em 23 AGO 2019 - 09H13

Maria: Mãe das vocações

Tradicionalmente, a Igreja no Brasil tem no mês de agosto um tempo forte para refletir sobre o tema das vocações. Aproveitemos para rezar e nos conscientizarmos sobre essa realidade: somos chamados por Deus para desempenharmos no mundo uma missão. É isso o que quer dizer vocação: chamamento!

Não podemos nos esquecer que todo chamado implica também uma resposta. É essa a dinâmica: Deus chama e cabe à pessoa chamada uma resposta. Desde o começo da história da salvação, Deus agiu assim com a humanidade, chamou-a e deu a ela uma missão. Em muitos momentos, a resposta da pessoa chamada foi dada depois de muito relutar, como no caso de Moisés, do profeta Jeremias, de Pedro, de Paulo. Diante do chamado de Deus, a pessoa chamada enxerga-se pequena, sente medo, tem vontade de fugir. Deus, porém, em seu amor, insiste e persiste!

Ele não se cansa de chamar a todos nós e nos indicar uma estrada, dar-nos uma missão! Cabe-nos ter a coragem de responder o nosso sim, com a certeza de que Ele não nos abandona e nos capacita.

Podemos olhar para a Virgem Maria e tomá-la como modelo de resposta ao chamado de Deus. Chamemo-la de “Mãe das Vocações”. Ela assim o é porque é mãe de Jesus Cristo, aquele que é o vocacionado do Pai e o caminho, a verdade e a vida (cf. Jo 14,6) para todo aquele que quer buscar fazer de sua vida uma resposta de amor ao chamado de Deus.

TonyFreelancer/Shutterstock
TonyFreelancer/Shutterstock


Em Maria, encontramos um modelo porque ela escutou o chamado e deu o seu sim
. Ela é incentivo porque permaneceu fiel ao sim até o fim, mesmo nos momentos de maior dificuldade, como aos pés da cruz (cf. Jo 19,24). Ela é companhia segura porque acompanha os chamados como acompanhou os apóstolos e a Igreja nascente. Ela é sinal perene de que ao responder com confiança e com coragem ao chamado que Deus nos faz, nós nos tornamos plenamente felizes porque em sua vida o ‘Todo-poderoso realiza maravilhas' (Lc 1,49).

Que Nossa Senhora Aparecida nos ajude a vencermos os nossos medos e, assim como ela, respondermos sim à vocação que Deus tem para nós.

Pe. Renan Rangel dos Santos Pereira – Arquidiocese de Aparecida
Associado da Academia Marial

 

5 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Pe. Renan Rangel dos Santos Pereira, em Artigos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.