feng shui baguá (Monika Wisniewska/Shutterstock)
Monika Wisniewska/Shutterstock
Espiritualidade

O 'feng shui' pode ser adotado pelos católicos?

Craig Kinneberg (arquivo pessoal)

Escrito por Craig Kinneberg

25 NOV 2021 - 00H03 (Atualizada em 25 NOV 2021 - 08H56)

O Feng Shui é uma prática ou um método chinês usado para a adivinhação ou para decifrar a presença escondida de energias positivas e negativas que teriam uma influência sobre as pessoas. Trata-se de uma pseudociência que procura harmonizar os indivíduos com seu ambiente, levando em consideração tais energias escondidas. Historicamente, foi usado para orientar a construção de edifícios e outras formas de arquitetura, acreditando que essas formas possuem forças invisíveis que podem influenciar as pessoas.

Leia MaisAnsiedade tem cura?Um católico pode praticar ioga e outras formas de terapias alternativas?Por mais que o Feng Shui seja uma prática antiga, originada na antiga cultura chinesa, ganhou mais atenção e popularidade no século XX por causa do Movimento Nova Era (New Age). Diante dessa popularidade, a própria Igreja Católica teve que se posicionar diante da prática desse método e de outras práticas populares na Nova Era.

Para isso, o Pontifício Conselho Cultural e Pontifício Conselho para o Diálogo Inter-religioso escreveu um documento no ano de 2003 chamado “Jesus Cristo Portador da Água Viva: Uma reflexão cristã sobre a Nova Era", no qual fala sobre o Feng Shui, entre muitas outras práticas comuns à Nova Era.

fotohunter/Shutterstock
fotohunter/Shutterstock


Uma das críticas principais do documento sobre o Feng Shui é, precisamente, o fato de ele não levar em consideração a existência real e objetiva do bem e do mal. “Crer na existência do mal”, diz o documento, citando a Nova Era, “só pode criar negatividade e temor. A resposta à negatividade é o amor. Porém não do tipo que tem que traduzir-se em ações, é mais uma questão de atitudes da mente. O amor é energia, uma vibração de alta frequência”.

Como católicos, é imprescindível que acreditemos e levemos em consideração a existência do mal como algo real e fruto do pecado. Se o mal não existisse, teríamos que dizer que Cristo morreu e ressuscitou em vão, e não existiria Sua vitória sobre a morte. Pretender que o “mal” somente seja uma espécie de falta de boas energias e vibrações dentro do nosso ser, sem nenhuma referência ao pecado, não pode ser conciliável com o catolicismo.

O documento também afirma que o Feng Shui e outras práticas da Nova Era entendem que “o segredo da felicidade e da saúde consiste em sintonizar com a grande cadeia do ser, de encontrar o próprio lugar nela”. Os mestres do Feng Shui, assim, afirmam oferecer as ferramentas para encontrar essa harmonia absoluta com tudo o que rodeia a pessoa. Infelizmente, essa visão elimina uma visão cristã de um Deus pessoal, que tem uma relação conosco, Seus filhos, e que o segredo da felicidade não pode ser achado fora dessa relação.

Portanto, irmãos e irmãs em Cristo, por mais que possam existir alguns elementos verdadeiros e bons em práticas como o Feng Shui (mas para identificá-los é preciso muito bom critério), existem outros elementos que estão em absoluto contraste com a nossa fé e, por isso, devem ser evitadas e não adotadas pelos católicos.

Escrito por
Craig Kinneberg (arquivo pessoal)
Craig Kinneberg

Nasceu na cidade de Spokane, no estado do Washington, nos Estados Unidos, e se mudou a Phoenix, Arizona quando tinha 13 anos. Aos 20 anos de idade, ingressou no Sodalício de Vida Cristã e morou no Peru durante 3 anos para sua formação inicial. Em 2013, se mudou a São Paulo, Brasil, onde atualmente reside, ajudando na missão apostólica da Família Sodálite, especialmente no projeto catequético e fazendo trabalho pastoral com jovens. Completou os estudos filosóficos e teológicos em vistas ao sacerdócio.

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Espiritualidade

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.