Santo Padre

Exclusivo: Preocupado com indígenas, Papa nomeará Cardeal para Amazônia

Dom Leonardo Steiner, Arcebispo de Manaus, será nomeado pelo Pontífice no próximo dia 27 de agosto, no Vaticano

Escrito por Guilherme Gomes

17 AGO 2022 - 12H57 (Atualizada em 17 AGO 2022 - 17H02)

Reprodução/ Milícia da Imaculada

Leia MaisUcrânia quer que Papa visite cidade alvo de massacre russoPapa encoraja jovens evangelizadores digitaisO primeiro Cardeal da região amazônica do Brasil será nomeado no próximo dia 27 de agosto pelo Papa Francisco: Dom Leonardo Steiner, Arcebispo de Manaus, foi o nome escolhido pelo Pontífice.

A nomeação mostra uma crescente preocupação do Santo Padre pelos povos indígenas do Brasil e também um gesto de proximidade com a Floresta Amazônica.

Dom Leonardo Steiner conversou com exclusividade com o A12 antes de embarcar para a Roma para participar do Consistório que o nomeará como Cardeal.

O brasileiro falou sobre o sentimento de passar a integrar o colégio cardinalício, a preocupação do Papa com a Floresta Amazônica e sobre os cuidados da Igreja na Amazônia com a “Casa Comum”, o Planeta Terra.

Queria dizer que da minha parte foi uma surpresa (a nomeação), mas eu vi também a alegria das pessoas aqui no Amazonas com a nomeação. Isso também me deu alegria porque as pessoas entenderam a nomeação não como mérito, mas como uma presença que o Papa desejava ser na Amazônia”, disse Dom Leonardo.

E completou:

As pessoas compreenderam a nomeação cardinalícia como um gesto de proximidade do Papa com a Amazônia. Isso me alegra!”, falou o Arcebispo de Manaus.

Divulgação/ CNBB
Divulgação/ CNBB
Dom Leonardo Steiner é Arcebispo de Manaus



Mais do que uma preocupação com a região amazônica, o
Santo Padre vem mostrando um sentimento de paternidade com a Floresta. A nomeação de Dom Leonardo é uma das mostras desse sentimento, mas não foi a única demonstração.

Ele já havia manifestado isso de outras maneiras, seja convocando o Sínodo, enviando uma carta, depois no tempo da pandemia telefonou. Sempre muito interessado em saber e animar a nossa vida eclesial, mas também em saber da nossa participação como Igreja, especialmente em relação aos povos indígenas”, disse Dom Leonardo sobre seu contato com o Papa.

Após a cerimônia de 27 de agosto, no Vaticano, Francisco terá nomeado 83 dos 133 Cardeais eleitores, aumentando a possibilidade de seu sucessor ser um homem que reflita sua posição em questões-chave.

Uma dessas questões é a preocupação do Pontífice com a “Casa Comum”, como ele costuma chamar o Planeta Terra na Carta Encíclica “Laudato Si”. Atuando na região da maior floresta tropical do mundo, Dom Leonardo mostra estar alinhado com Francisco.

Eu espero poder dar a minha contribuição junto com os outros Bispos, junto com as nossas comunidades que estão na Amazônia, mas especialmente junto com os povos indígenas que tem uma sensibilidade tão grande para com a Casa onde habitam, com a nossa Casa Comum”, falou Dom Leonardo Steiner ao A12.

.:: Veja a biografia especial do A12 sobre o Papa Francisco 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Guilherme Gomes, em Santo Padre

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.