Santo Padre

No Angelus, Papa pediu para caminharmos juntos e sem medo

“Não tenham medo” e “estejam preparados”

Escrito por Redação A12

08 AGO 2022 - 10H47 (Atualizada em 09 AGO 2022 - 08H55)

AM113/ Shutterstock

Na oração do Angelus deste domingo, 7 de agosto, o Papa Francisco falou sobre o Evangelho de Lucas, capítulo 12. O Pontífice iniciou sua reflexão relembrando duas exortações presentes no texto: “não tenham medo” e “estejam preparados”.
Leia MaisCom Decreto do Papa, Padre Vítor Coelho se torna 'Venerável'Dom Edson Oriolo publica livro sobre o Papa FranciscoPapa encoraja padre que defende a comunidade LGBTQIA+

“São duas palavras-chave para superar os medos que às vezes nos paralisam e para superar a tentação de uma vida passiva e adormecida, explicou o Santo Padre.

Ao refletir sobre a exortação “não tenham medo”, Francisco contou os fiéis que Jesus lembrou os discípulos dos cuidados amorosos e providentes do Pai e depois disse que não existe a necessidade de nos preocuparmos e nos agitarmos, pois a “nossa história está firmemente nas mãos de Deus”.

O Pontífice enfatizou que os nossos medos geralmente ocorrem quando não conseguimos realizar tudo aquilo que nos comprometemos a fazer, sentimentos de não sermos amados e nem felizes e isso nos leva à desconfiança e angústia. E completou:

“Jesus, entretanto, nos tranquiliza: não tenham medo! Confiem no Pai, que deseja lhes dar tudo o que realmente vocês precisam. Ele já lhes deu o seu Filho, o seu Reino, e sempre os acompanha com a sua providência, cuidando de vocês todos os dias. Não tenham medo: esta é a certeza a que se deve agarrar o coração”.

“Estejam preparados”, sobre esta exortação, Francisco afirma que devemos estar atentos e vigilantes, disponíveis para escutar, acolher e estar pronto.

Jesus repete este convite várias vezes, e hoje o faz através de três breves parábolas, centradas em um chefe de família que, na primeira, retorna de improviso das núpcias, na segunda não quer ser surpreendido por ladrões, e na terceira regressa de uma longa viagem”.

E concluiu a mensagem com mais um alerta para os fiéis:

Ficar despertos, não adormecer, ou seja, não se distrair, não ceder à preguiça interior, porque, mesmo em situações em que não esperamos, o Senhor vem”.

Papa Francisco recordou sobre a nossa responsabilidade em conservar e administrar os bens deixados pelo Senhor, desde a vida, a fé e a família, até os lugares onde vivemos e a criação.

Nós nos preocupamos com esta herança que o Senhor nos deixou? Apreciamos sua beleza ou a usamos somente para nós e para nossas conveniências do momento?”

E por fim, reforçou o pedido para ficarmos atentos para que possamos “caminhar sem medo”.

Fonte: Vatican News

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Santo Padre

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.