Santo Padre

Papa divulga texto sobre Dia Mundial da Paz e pede diálogo, educação e trabalho

O Santo Padre disse que hoje há mais armas do que na Guerra Fria

Escrito por Redação A12

21 DEZ 2021 - 13H24 (Atualizada em 28 DEZ 2021 - 09H52)

Shutterstock Papa Francisco (Shutterstock)

Leia MaisPapa sobre mulheres abusadas: "Problema quase satânico"Papa: “Alegria de Jesus é o 1º ato de caridade ao próximo”O Papa Francisco divulgou uma mensagem para o 55° Dia Mundial da Paz, que será celebrado no primeiro dia do novo ano (1° de janeiro). O texto foi divulgado com o título “Diálogo entre as gerações, educação e trabalho: instrumentos para construir uma paz duradoura”. A divulgação aconteceu em uma coletiva na Sala de Imprensa da Santa Sé, no Vaticano.

O diálogo entre as gerações, a educação e o trabalho são as três pontes que levam a um único caminho: o da paz duradoura. Esta é a proposta do Santo Padre para 2022. Na primeira parte, que se refere ao “Diálogo das gerações”, o Papa fez relação entre os idosos – guardiães da memória – e dos jovens - os que fazem avançar a história.

Dialogar significa ouvir-se um ao outro, confrontar posições, pôr-se de acordo e caminhar juntos. Favorecer tudo isto entre as gerações significa cultivar o terreno duro e estéril do conflito e do descarte para nele se cultivar as sementes de uma paz duradoura e compartilhada.”, escreveu Francisco.

.:: Veja a biografia do Papa Francisco

.:: 15 curiosidades sobre o Santo Padre

Depois do diálogo, o Papa escreveu sobre a educação, como fator de liberdade, responsabilidade e desenvolvimento. O Papa expõe o paradoxo da diminuição dos investimentos no campo educativo e o aumento das despesas militares, com o mundo acumulando inclusive mais armas que no período da “guerra fria”. Por isso, o apelo é direcionado aos governantes para que invertam esta tendência, liberando recursos a serem investidos em áreas que promovam o desenvolvimento humano integral.

E, por fim, escreveu sobre o trabalho para uma plena realização da dignidade humana. Enquanto a educação fornece a gramática do diálogo entre as gerações, na experiência do trabalho encontram-se a colaborar homens e mulheres de diferentes gerações. “O trabalho é um fator indispensável para construir e preservar a paz”, recorda o Pontífice. Trabalha-se sempre com ou para alguém. Além disso, o trabalho é uma necessidade, faz parte do sentido da vida nesta terra.

O Papa conclui a mensagem com um agradecimento e um apelo. Um agradecimento a quantos se empenharam na promoção da paz. E um apelo aos governantes e a quantos têm responsabilidades políticas e sociais e eclesiais para caminharmos, juntos, por estas três estradas com coragem e criatividade.

.:: Veja o texto do Santo Padre na íntegra aqui

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Santo Padre

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.