Por Elisangela Cavalheiro Em Notícias Atualizada em 10 JAN 2019 - 10H30

Redentoristas de São Paulo têm novo governo provincial para 2019 e 2022

Arquivo Provincial.
Arquivo Provincial.
Da esquerda para a direita: Padres Anísio, Pedro, Marlos, Fábio e Herivelto, membros do novo governo.


Os Redentoristas de São Paulo contam com um novo Governo Provincial a partir do próximo dia 10 de fevereiro. A posse ocorre na missa das 18h, no Santuário Nacional de Aparecida.

Com toda a Província e pedindo as bênçãos de Nossa Senhora Aparecida, os próximos responsáveis pela condução da Unidade Redentorista de São Paulo irão atuar para o Quatriênio 2019 – 2022.

Padre Marlos Aurélio da Silva assume o governo diante da novidade da reestruturação de toda a Congregação Redentorista no mundo. O desafio, no entanto, é algo que o novo superior provincial acredita ser a oportunidade para um “novo tempo” na vida missionária e religiosa dos discípulos de Santo Afonso.

“A Reestruturação não significa o fim da Congregação. Mas é o início de um novo tempo! Hoje, estamos tendo a oportunidade de ser ainda mais missionários do que era possível em um passado recente. O vigor e a ousadia das origens estão sendo repropostos a todos nós! Se toda a Igreja é convocada pelo papa Francisco a estar em saída, para a Congregação trata-se de algo próprio de sua índole, pois ela é primordialmente missionária”.

Padre Marlos já estava atuando junto ao governo anterior como conselheiro. Além dele, assume a direção da província padre Fábio Evaristo que também era conselheiro na gestão anterior e agora assume como Vigário Provincial, e os padres Anísio Tavares, Herivelto Pereira e Pedro Paulo Dal Bó como conselheiros.

Com a eleição do novo superior, em 18 de setembro de 2018, e após a composição dos conselheiros, o grupo visitou as 23 comunidades religiosas da Unidade de São Paulo. A visita motivada pelo diálogo com cada comunidade serve para manifestar a proximidade e ouvir as expectativas dos religiosos diante do Novo Quatriênio.

“Esse contato permitiu que a gente entrasse em diálogo para ouvir cada redentorista padre e irmão nas suas aspirações. Foi um momento para poder discernir o que é mais viável em vista do próximo Quatriênio. Eu e padre Fábio já acompanhávamos o governo anterior, mas é sempre uma oportunidade a mais para entrar em contato com realidades pessoais e pastorais das nossas comunidades, o que também contribuiu na composição dos membros das casas a partir deste ano”, disse ao A12.

Padre Marlos é padre há 17 anos e possui mestrado e doutorado em Teologia Sistemática. Durante os últimos 12 anos, foi professor universitário no Itesp em São Paulo. Recentemente, lançou pela Editora Santuário o livro “Bispos do Brasil: promotores da participação dos leigos e leigas na Igreja e na sociedade”, fruto de sua tese de doutorado.

Diante do novo compromisso, o Missionário Redentorista reforça a missão principal da congregação. “Continuemos unidos no mesmo ideal de servir ao Reino com alegria e gratuidade. Juntos somos mais e melhores! E jamais deixemos de manifestar nossa predileção pelos pobres e mais abandonados. Eles têm o direito de receber o anúncio da Copiosa Redenção dos nossos lábios e a partir do nosso testemunho”, frisa.

O superior provincial deixa ainda uma mensagem aos leigos colaboradores junto à missão redentorista.

“Nós Redentoristas somos um grupo significativo e expressivo, mas sem a parceria dos leigos não conseguiríamos realizar o grande trabalho que realizamos. Queremos continuar somando esforços para nos dedicar cada vez mais a nossa missão. Cada batizado leigo e leiga tem sua participação da vida eclesial e por isso, são chamados a pensar a sua vocação e missão na sociedade. Este é um grande desafio que temos, o de homens e mulheres de fé que possam testemunhar para o mundo e para a sociedade civil, o seu compromisso com o Evangelho. Que cada leigo e leiga possa redescobrir o seu lugar na sociedade e naquilo que o Papa Francisco insiste de uma Igreja em saída”, assinala.

Outro momento que marca a Unidade de São Paulo é a posse do novo reitor do Santuário Nacional de Aparecida, padre Carlos Eduardo Catalfo, no próximo dia 27 de janeiro, na missa das 18h, transmitida pela TV Aparecida

O governo provincial tomou posse canônica no último dia 05 de janeiro, na festa de São João Nepomuceno Neumann, na Comunidade Redentorista Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, no Jardim Paulistano em São Paulo, sede provincial. A partir disso, o governo pode manifestar os atos administrativos inerentes à nova missão. 

Veja fotos desse momento: 


4 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Elisangela Cavalheiro, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.