Por Pe. José Pereira, C.Ss.R. Em Palavra Redentorista

Amor querendo

Não escrevo palavras difíceis,
Não está ao meu alcance.
Não sei poetar,
Só sei amar.
Não sou artista, nem pintor.
Sou pequeno cantor.
Não sei cantar a tristeza,
Quero alegrar a natureza.
Não sei ser poesia
Só uso a fantasia.
A torno realidade,
Digo com sinceridade.
Não sei fazer aquarela,
Dou minha humilde parcela.
Sou muito pequeno,
Mas caminho sereno.
Meu mundo é viver,
Não quero ninguém a sofrer.
Sou um caipira, tenho consciência.
Não nego minha existência.
Mesmo assim
Escrevo o que brota em mim.
A vida é minha fascinação,
Deixo falar meu coração.
Assim vou vivendo
Somente amor querendo.

Escrito por
Pe. José Pereira, C.Ss.R. (Arquivo UNESER)
Pe. José Pereira, C.Ss.R.

Redentorista, formado em Filosofia, Teologia e Administração de Empresas. Entre seus escritos, encontram-se: Novena da Saúde, Novena a São Judas Tadeu, Novena a Santo Afonso, e livros de poesias (Dialogando o Amor, Caminhos do Amor, Lindo é o Amor, Maria: Mãe de Amor e Pingos de Amor).

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Vanessa da Silva, em Palavra Redentorista

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.