Por Thamara Gomes Em Notícias Atualizada em 28 ABR 2020 - 11H48

Quatro palavras do Papa Francisco para viver a vocação

No próximo dia 03 de maio será celebrado o 57º Dia Mundial de Oração pelas Vocações. Para esta data o Papa Francisco sempre divulga uma mensagem especial. 

No documento, o Pontífice retoma 4 palavras que usou no ano passado, quando se dirigiu aos sacerdotes: gratidão, coragem, tribulação e louvor.

Shutterstock
Shutterstock


A mensagem, com o título "A
s palavras da Vocação", traz ainda, como pano de fundo, o texto evangélico que conta a experiência singular que aconteceu a Jesus e a Pedro durante uma noite de tempestade no lago de Tiberíades (cf. Mt 14, 22-33).

Depois da multiplicação dos pães, que entusiasmou a multidão, Jesus manda os discípulos subirem para o barco e seguirem à sua frente para a outra margem, enquanto Ele despedia o povo. A imagem desta travessia do lago sugere a viagem da nossa existência.

Leia MaisPerto dos 90 anos, padre Victor Hugo relembra vocação e ministério Frases de santos pra ajudar a descobrir a vocação 3 dicas para você descobrir sua vocação em 2020Como a vocação de Abraão pode me ajudar a ser uma pessoa de féDe fato, o barco da nossa vida avança lentamente, sempre à procura de um local para atracar, pronto para desafiar os riscos do mar, mas desejoso também de receber a orientação do timoneiro que o coloque finalmente na rota certa. Às vezes, a gente acaba se perdendo por conta das ilusões em vez de seguir o farol luminoso que nos conduz ao porto seguro.

Gratidão

Navegar pela rota certa não é uma tarefa confiada só aos nossos esforços, nem depende apenas dos percursos que escolhemos fazer, pelo contrário, trata-se da resposta a um chamado que nos chega do Alto. Toda a vocação nasce do olhar amoroso com que o Senhor vem ao nosso encontro, mesmo quando o nosso barco está diante da tempestade. Por isso, só conseguiremos descobri-la e abraçá-la, quando o nosso coração se abrir à gratidão e souber identificar a passagem de Deus pela nossa vida.

Coragem

É o Senhor que nos indica a margem para onde ir e nos dá a coragem para subir no barco. Ao mesmo tempo que nos chama, se faz também nosso timoneiro para nos acompanhar, mostrar a direção. Quando os discípulos veem Jesus caminhando sobre as águas, começam a pensar que se trata de um fantasma e se assustam. Mas, Jesus imediatamente os tranquiliza com uma palavra que deve acompanhar sempre a nossa vida e o nosso caminho vocacional: Coragem! Sou Eu! Não temais! (Mt 14, 27).

shutterstock
shutterstock


Tribulação

O Senhor nos chama porque quer tornar-nos, como Pedro, capazes de caminhar sobre as águas, ou seja, colocando a nossa vida a serviço do Evangelho nas formas concretas que Ele nos indica: vocação laical, presbiteral e de vida consagrada. Porém, como o apóstolo, temos nossas fragilidades e temores. Estes ventos e tempestades podem nos debilitar, mas Jesus está ao nosso lado e, se O reconhecermos como único Senhor da nossa vida, Ele nos estenderá a mão para nos salvar.

Louvor

Esta palavra pretende ser também um convite a cultivar a atitude interior de Maria Santíssima: agradecida pelo olhar que Deus pousou sobre Ela, superando na fé medos e perturbações, abraçando com coragem a vocação, Ela fez da sua vida um cântico eterno de louvor ao Senhor.

:: Você tem dúvidas sobre a sua vocação? Acesse: A12.com/duvidasvocacionais


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Thamara Gomes, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.