Por Marília Ribeiro Em Missa Atualizada em 06 ABR 2020 - 08H09

Missa de Ramos abre a Semana Santa no Santuário de Aparecida

Dom Orlando convida os devotos a refletirem sobre qual é a procissão que mais agrada a Deus.

A principal Semana da fé católica teve início neste domingo, com a celebração do Domingo de Ramos.

No Santuário Nacional, a Santa Missa das 7h30 foi presidida pelo arcebispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes, na presença dos missionários redentoristas e das irmãs Mensageiras do Amor Divino, que auxiliaram na liturgia da celebração.

Pela primeira vez a Semana Santa é celebrada sem a presença física dos devotos na Casa da Mãe Aparecida, mas pela presença na fé, por meio da Rede Aparecida de Comunicação: TV e Rádio Aparecida, A12, Facebook e YouTube do Santuário.

arrow_forward Veja aqui como acompanhar a programação da Semana Santa no Santuário

Com situação atual do Brasil e do mundo, que convida as pessoas a viverem o isolamento social em razão da pandemia de Covid-19, os cristãos são motivados a viverem este tempo especial de oração, acompanhados de suas famílias em seus lares.

Bênção dos Ramos

A bênção dos ramos foi realizada no início da celebração, seguida da procissão que saiu da Porta Santa em direção ao Altar Central da Basílica, recordando a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém.

Homilia

No momento da homilia, Dom Orlando agradeceu a presença dos cinegrafistas afirmando que eles são os bons Cirineus. “Sem eles nós não entraríamos nos vossos lares irmãos e irmãs, nem nos vossos corações, eles são bons Cirineus. Estes meninos e meninas, moços e moças que fazem chegar até vocês todas as celebrações, desde que o Santuário foi fechado”.

Leia MaisRoteiro para rezar em família. Baixe agoraRefletindo a liturgia de hoje, o arcebispo reforçou a necessidade de todos abrirem o coração para que Jesus possa entrar “de modo especial, e porque não, de modo novo nesta páscoa de 2020”.

Ao se referir a procissão, gesto marcante da celebração deste domingo, dom Orlando enfatiza que a principal procissão é a que leva ao encontro dos irmãos. “Não esqueça que a procissão que mais agrada a Deus é quando você sai de si, mesmo que seja pertinho, e se encontra com o irmão. Em nossas casas precisamos fazer essas procissões que vão nos ajudar muito na convivência familiar”.

É hora de proximidade, é hora de servir bem a quem mora conosco, servir bem aos nossos vizinhos, porque somos bons samaritanos e sabemos que servindo o irmão, estamos servindo ao nosso Senhor Jesus Cristo. É exatamente essas atitudes de solidariedade, de caridade é que abrirão as portas do céu”, frisou o arcebispo.

Reveja aqui, a celebração do Domingo de Ramos no Santuário e as reflexões do Dom Orlando.

No final da celebração, dom Orlando recorda a saudade que os devotos estão sentindo do Santuário de Aparecida e ensina como fazer do coração, um Santuário. “Monte o seu Santuário no seu coração: Vai falando com a Santíssima Trindade dia e noite, Nossa Senhora, o Anjo da Guarda e os Santos que você preferir. Você não está sozinho, você tem um Santuário no seu coração, vai ver como isso vai lhe fazer bem.

arrow_forward Semana Santa: Celebre com a TV Aparecida os Símbolos da Páscoa

4 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Marília Ribeiro, em Missa

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.