Por Marília Ribeiro Em Notícias Atualizada em 22 MAR 2019 - 10H08

Papa Francisco é presenteado com medalhas que recordam os 300 anos de Aparecida

Mais uma vez o Papa Francisco foi presenteado com uma lembrança do Santuário Nacional de Aparecida. Desta vez, o Pontífice recebeu um conjunto de medalhas comemorativas dos 300 anos, entregue pelo missionário redentorista Padre Valdivino Guimarães, durante audiência do Papa no dia 9 de fevereiro, com os membros da Congregação do Santíssimo Redentor.

Arquivo Pessoal: Padre Valdivino Guimarães
Arquivo Pessoal: Padre Valdivino Guimarães


No encontro, os redentoristas celebraram os 70 anos da Academia Alfonsiana, instituto localizado no coração de Roma.

O conjunto de medalhas foi oferecido pelo Santuário de Aparecida e a Casa da Moeda do Brasil, durante lançamento no Congresso Mariológico em Aparecida, no ano de 2017. “No momento do lançamento, o presidente da Casa da Moeda entregou a mim um conjunto de medalhas, com o pedido de que eu pudesse entregar nas mãos do Santo Padre. E eu portei comigo esse conjunto e aguardava o momento oportuno para que pudesse entregar nas mãos do Santo Padre o presente enviado pelo Santuário Nacional e Casa da Moeda”, relatou padre Valdivino.

Durante o encontro de comemoração do aniversário da Academia Alfonsiana, todos os presentes foram cumprimentados pelo Santo Padre, e foi nesse momento que padre Valdivino aproveitou para presentear o Papa Francisco. “Eu me aproximei dele, pedi a bênção, me apresentei como missionário redentorista e como sacerdote do Santuário Nacional de Aparecida. No momento em que eu abri o estojo, ele sorriu muito feliz, agradeceu e ficou um tempo admirando as medalhas. Agradeceu a mim, ao Santuário Nacional e Casa da Moeda do Brasil pelo presente”, recordou o sacerdote.

Celebração dos 300 anos

Durante as comemorações dos 300 anos do encontro da Imagem de Nossa Senhora Aparecida, o Papa Francisco não pôde comparecer ao Santuário Nacional, enviando como seu representante o vice-Decano do Colégio de Cardeais, o italiano Giovanni Battista Re.

Thiago Leon
Thiago Leon
Cardeal italiano Giovanni Battista Re durante Missa Solene no dia 12 de outubro de 2017.


Padre Valdivino e os seus estudos em Roma

Padre Valdivino Guimarães está em Roma desde 2017, para aprofundamento nos estudo da Mariologia. Está cursando mestrado em Teologia Dogmática, com especialização em Mariologia na Pontifícia Faculdade Marianum, que é uma Pontifícia da Igreja Católica, única no mundo que se ocupa do ensino de Mariologia.

O sacerdote está na fase final do seu curso, e como tese dos seus estudos, irá apresentar um trabalho com foco em Aparecida, como o tema ‘A arte como um caminho para a evangelização do povo de Deus’. “Estou fazendo uma pesquisa e escrevendo sobre a arte do Cláudio Pastro no Santuário Nacional. É um tema que me apetece bastante, por se tratar de Aparecida e por se tratar também do trabalho do Claudio Pastro”, explicou o missionário redentorista.

No Santuário Nacional de Aparecida, padre Valdivino foi ordenado diácono e sacerdote. Assumiu como Prefeito de Igreja, dando especial atenção ao Serviço litúrgico. Foi Mestre de Cerimônias das celebrações na Basílica e diretor da Academia Marial de Aparecida.

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Marília Ribeiro, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.