Por Santuário Nacional Em Notícias Atualizada em 22 JUL 2019 - 11H19

Reflexão Terço dos Homens: Devoção a Maria e a Misericórdia de Deus




Sempre dizemos que o Santuário de Aparecida é a “Casa da Mãe”. É o nosso jeito simples e muito sincero de dizer que aqui é o lugar do acolhimento, da misericórdia e da ternura de Deus. É o nosso jeito de dizer que somos todos “Família de Deus”. Os primeiros cristãos sempre manifestaram uma grande admiração por Nossa Senhora. Não sem razão, a Tradição de fé atribuiu a Maria, já nos primeiros séculos do Cristianismo, o carinhoso título de “Mãe de Deus”.

Os primeiros pensadores cristãos, também chamados “Padres da Igreja”, sempre ensinaram com clareza teológica: dizer que Maria é a “Mãe de Deus” significa reconhecer a divindade do Filho que ela gerou. É de Maria de Nazaré que Jesus recebe a verdadeira humanidade. Como recorda o apóstolo Paulo: “Na plenitude dos tempos, Deus enviou o seu Filho, nascido de uma mulher” (Gl 4,4). Por isso, ela é a “Mãe de Deus”. Por isso também dizemos que a “Casa de Deus” é sempre a “Casa da Mãe”.

Em busca da misericórdia de Deus


A indiscutível grandeza de Maria não depende exclusivamente da sua maternidade divina. Além de ser a mãe biológica de Jesus, ela é também discípula do Senhor e servidora do Reino de Deus. Maria sempre nos estimula a percorrer o caminho do Reino, em busca da misericórdia e do amor de Deus. O próprio Jesus nos ensina com insistência que, em primeiro lugar, devemos buscar o Reino do Céu e a sua justiça. Com os olhos fixos nas alegrias do Reino, os demais valores nos serão oferecidos gratuitamente, como que por acréscimo, como graça e presente de Deus (cf. Mt 6,33).

Leia Mais Irmão Viveiros tem um convite para os grupos de Terço dos HomensOs Homens do Terço experimentam a misericórdia de Deus através do amor pela família, da oração constante e da prática da caridade. Somos anunciadores dos valores, das esperanças e das alegrias do Evangelho. É a oração sincera e o testemunho de vida que fazem brotar, no cotidiano de nossas vidas, as preciosas sementes do Reino de Deus. Somos chamados a construir um mundo melhor e mais feliz, sinal concreto do Reino que Deus quer para cada um de nós.

Misericórdia, ternura e amor pela família


A oração do Terço deve nos colocar, constante e progressivamente, diante do verdadeiro amor de Deus. Como membros do Terço dos Homens, somos filhos da misericórdia de Deus. Também por isso somos agradecidos ao Senhor, nosso Deus e Pai tão querido. Mas a verdadeira ternura de Deus deve inspirar em nós a prática da justiça, da partilha e do bem comum. Nunca podemos nos esquecer que misericórdia e ternura devem começar na nossa própria casa.

.:: Acesse a página do Terço dos Homens aqui ::.

Como seguidores de Jesus, os Homens do Terço temos a graça de alcançar a misericórdia de Deus. Este é um ensinamento sempre presente na tradição bíblica do Novo Testamento: é pela força e pela graça de Cristo Jesus que, apesar das nossas fragilidades, realmente alcançamos a misericórdia divina (cf. 1Tm 1,12-16). Se é verdade que somos chamados a rezar o Terço e a seguir Jesus Cristo, também é verdade que a misericórdia de Deus nunca vai nos abandonar.

Santo Afonso de Ligório ensina que o verdadeiro devoto de Maria sempre encontra o caminho da salvação e da misericórdia de Deus. Somos agradecidos ao Senhor, de quem recebemos a missão de cuidar com carinho da nossa família, o grande presente que Deus nos concedeu. Que a misericórdia divina nunca deixe de brilhar sobre cada um de nós!

Padre Eduardo Catalfo, C.Ss.R.
Reitor do Santuário Nacional de Aparecida

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Santuário Nacional, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.