Por Santuário Nacional Em Notícias Atualizada em 29 NOV 2018 - 16H12

Conselhos do papa Francisco aos reitores e agentes de pastorais dos Santuários

O Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, através do seu reitor, padre João Batista de Almeida, da coordenadora de secretaria de Pastoral, Gislaine Veloso, e ainda do missionário redentorista, padre Valdivino Guimarães, participou entre os dias 27 e 29 de novembro, do Primeiro Congresso Internacional de Reitores e Agentes de Pastorais dos Santuários em Roma.  O evento foi organizado pelo Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização e trabalhou durante esses três dias o tema ‘O Santuário, porta aberta para a nova evangelização’.

Pe. João Batista de Almeida
Pe. João Batista de Almeida

O papa Francisco encerrou o encontro em uma audiência com os mais 600 participantes e durante seu discurso, deixou alguns conselhos aos presentes dizendo que nos Santuários se promova a oração com o povo, a acolhida e o encontro do peregrino com Deus e com ele mesmo.

"Essas pessoas, quando são acolhidas, são mais disponíveis a abrir o seu coração e a deixá-lo plasmar pela Graça. Um clima de amizade é uma semente fecunda que os nossos santuários podem semear no terreno dos peregrinos, permitindo-lhes reencontrar aquela confiança na Igreja que pode ter sido desiludida pela indiferença recebida.”

O papa Francisco agradeceu a todos os participantes e ressaltou que a missão dos Santuários hoje, é ainda mais necessária pois nós vivemos em um mundo onde as pessoas estão buscando Deus.

Pe. João Batista de Almeida
Pe. João Batista de Almeida

Ainda na manhã desta quinta-feira (29) o secretário executivo do Departamento de Missão e Espiritualidade do CELAM, Padre Carlos Guillermo Arias Jiménez, conduziu uma palestra sobre 'O Santuário e a nostalgia de Deus dos jovens', destacando a presença dos jovens nos Santuários.

Padre Carlos afirmou que o espaço eclesial que os jovens mais buscam são os Santuário, pois são lugares onde eles se sentem mais a vontade.  Elencou também algumas ações importantes para o envolvimento dos jovens nos Santuários:

1 -  Acolhimento, usando todos os recursos disponíveis para bem fazer essa acolhida;

2 -  A escuta, escutando o jovem não só na confissão, mas escutar a sua história e nesse sentido, preparar os agentes para atender a juventude;

3 - Convidar o jovem a ser voluntário, pois segundo padre Guilhermo, o jovem é muito proposto ao voluntariado, eles tem uma abertura para o social, para as obras de caridade, é preciso portanto criar espaços e ações para que os jovens possam exercer o seu voluntariado;

4 - O apostolado, o jovem quer se comprometer, por isso é preciso criar uma estrutura social onde ele possa oferecer o seu trabalho, então falou-se do acolhimento, da liturgia, da catequese, da pastoral juvenil, da pastoral vocacional e principalmente, manter um relacionamento com aqueles jovens que visitam o Santuário e voltam às suas casas;

5 - Por último, o secretário executivo do Departamento de Missão e Espiritualidade do CELAM falou da lectio Divina (leitura orante da bíblia), frisando a necessidade dos Santuários criarem um momento semanal onde o jovem possa participar no Santuário ou através dos meios de comunicação.

Primeiro e segundo dia do Congresso

Pe. João Batista de Almeida
Pe. João Batista de Almeida

O encontro teve início no dia 27 na Pontifícia Universidade Lateranense de Roma. O presidente do Dicastério, Dom Rino Fisichella, realizou uma palestra sobre o papel do Santuário como centro da nova evangelização. Em seguida, os participantes refletiram sobre a pedagogia da evangelização na pastoral dos Santuários, o anúncio da Fé e os Santuários como guardiões silenciosos do mistério e da beleza. 

Padre João Batista, reitor do Santuário e Aparecida, traz informações sobre o primeiro dia do encontro.

Nesse segundo dia do Congresso, dia 28, os participantes fizeram uma visita à Basílica de Santa Maria Maior, onde foi celebrada uma Santa Missa. Na parte da tarde, o Administrador Apostólico do Patriarcado Latino de Jerusalém, Dom Pierbattista Pizzaballa, ministrou uma palestra intitulada: 'Porta aberta para os crentes e não-crentes'. Logo depois, o Padre Cesare Pagazzi explicou como os Santuários são uma porta aberta para os cristãos em meio à cultura da indiferença.

::10 lições do Congresso Internacional em Roma para Santuários


Fonte: Pe. João Batista de Almeida - Reitor do Santuário Nacional

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Santuário Nacional, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.