Artigos

02 de fevereiro: Um dia sob as luzes de Nossa Senhora

Escrito por Luciana Gianesini

02 FEV 2021 - 11H28 (Atualizada em 02 FEV 2021 - 15H06)

Nossa Senhora da Luz

O dia 02 de fevereiro, depois das festas e solenidades de 08 de setembro (Natividade de Nossa Senhora), 08 de dezembro (Imaculada Conceição) e 01 de janeiro (Maria, Mãe de Deus), talvez seja um dos dias em que a espiritualidade mariana se mostra de maneira mais intensa para nós, católicos.

Isto porque, neste dia, a Igreja recorda ao menos dez títulos dedicados à Mãe de Deus e Nossa.

add_box Conheça alguns e clique nos títulos para conhecer a história completa!

Reprodução
Reprodução

1. Nossa Senhora da Luz

Origem: Portugal

Sua história vem da ocasião em que um humilde cidadão português foi tomado como prisioneiro pelos mouros.

Pedindo a intercessão de Nossa Senhora, o prisioneiro sonhou por 30 dias seguidos com Ela, até que, na última noite, Maria lhe pediu que construísse uma ermida em um local que seria indicado sob uma grande luz.

Na manhã seguinte, o prisioneiro acordou livre, em sua terra natal. Correu prontamente em direção à luz e lá encontrou uma imagem de Nossa Senhora. Tal notícia se espalhou rapidamente entre o povo, onde Nossa Senhora ficou conhecida sob o título de Nossa Senhora da Luz.

Shutterstock
Shutterstock


2. Nossa Senhora das Candeias
 (Nossa Senhora da Purificação)

Origem: Itália

Este título remonta aos primórdios do cristianismo. Segundo o preceito da lei mosaica, todo filho varão (homem) deveria ser apresentado no Templo, quarenta dias após seu nascimento. A mãe, considerada impura após o parto, deveria ser purificada em uma cerimônia especial. Nossa Senhora, submetendo-se a esta determinação, apresentou-se com o Menino Jesus no recinto sagrado dos judeus. 

A procissão dos luzeiros provém de um antigo costume romano, tão arraigado que continuou mesmo entre os convertidos ao cristianismo. Como aquela festa sempre caia no dia 2 de fevereiro, data em que os cristãos celebravam a Purificação de Maria, o papa Gelásio (492-496) resolveu instituir um solene cortejo noturno em homenagem à Maria Santíssima, convidando o povo a comparecer com círios e velas acesas e cantar hinos em louvor de Nossa Senhora. 

Shutterstock
Shutterstock


3. Nossa Senhora da Candelária

Origem: Portugal e Espanha

“Contam que, por volta de 1400, dois pastores guardavam seus animais perto de uma caverna na ilha de Tenerife, nas Canárias, e observaram, certo dia, que o gado se recusava a entrar na lapa, apesar de todos os seus esforços.

Penetraram, então, na gruta e descobriram a imagem de uma Senhora com o filho ao colo. Estranhando o ocorrido, foram notificar o seu povo.

Acudindo a população, inclusive o rei do país, ao local, observaram maravilhados a existência de numerosas candeias (velas) sustentadas por seres invisíveis, que com seus cânticos ‘ensinavam a maneira de render culto a Deus e à Virgem Maria.

Começaram os nativos a honrar Aquela que amavam sem conhecer, até que um cristão espanhol casualmente ali desembarcou, nos fins do século XV, e explicou-lhes o mistério”.




4. Nossa Senhora do Bom Sucesso

Origem: Bélgica e Equador

O título é compartilhado por diversas imagens de Nossa Senhora ao redor do mundo. Uma das mais conhecidas e venerada até os dias de hoje se encontra na Bélgica e tem uma história um tanto quanto complexa.

A imagem de Nossa Senhora carregando o Menino Jesus com seu braço direito, foi feita no estilo flamenco e data do final do século XV. Com a sua mão esquerda, Maria empunha um cetro de prata.

Em Quito, no Equador, “Nossa Senhora do Bom Sucesso” apareceu a Mariana de Jesús Torres, no Convento Concepcionista no ano de 1584. A Mãe de Deus pediu à monja que uma estátua fosse feita retratando-a, e advertiu sobre uma severa crise da Igreja e da sociedade nos séculos XIX e XX.

No dia 2 de Fevereiro de 1611, a imagem de Nossa Senhora com o Menino Jesus em seu braço direito foi oficialmente abençoada pelo Bispo e colocada acima da cadeira da Abadessa do Convento, e é conhecida como “Maria do Bom Sucesso da Purificação”. 

É reconhecida como a padroeira dos marinheiros, e de uma morte tranquila e pacífica, assim como do bem-estar e da segurança.

Reprodução
Reprodução


5. Nossa Senhora dos Navegantes

Origem: Portugal e Espanha

Nossa Senhora dos Navegantes passa a receber muitos pedidos de intercessão na Idade Média, na época das Cruzadas, quando os portugueses e espanhóis cruzavam o mar Mediterrâneo rumo à Palestina, para protegerem os lugares sagrados dos infiéis.

Nesta devoção, Maria é chamada também de Estrela do Mar, aquela que protege os navegantes mostrando-lhes sempre o melhor caminho e um porto seguro para a chegada.

Antes das travessias, os navegantes participavam da Santa Missa pedindo proteção a Nossa Senhora dos Navegantes, para poderem ter mais coragem de enfrentar o mar e suas tempestades com aqueles pequenos barcos. 

Dependendo do costume do lugar, outros títulos de Maria são celebrados no dia 02 de fevereiro, talvez por associação de que a Virgem é aquela que trouxe a Luz do Mundo, deu à luz o Salvador e também é Aquela que ilumina o caminho que nos leva a Jesus.

:: Conheça outros títulos de Nossa Senhora catalogados pela Academia Marial de Aparecida

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Luciana Gianesini, em Artigos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.