Artigos

Emanuel, o Deus-conosco

José, junto a Maria, vive o seu advento esperando o Salvador

Escrito por Academia Marial

16 DEZ 2022 - 08H33 (Atualizada em 16 DEZ 2022 - 11H30)

Gustavo Cabral/ Portal A12

A chegada de um filho é algo especial para um casal que alimenta o amor mútuo. Expectativa, alegrias, inseguranças, alguns receios e preocupações, um mundo de sentimentos e impressões nos futuros pais. Olhemos para o jovem casal Maria e José e imaginemos o que sentiam e viviam naqueles meses de gestação do extraordinário Filho que esperavam. Aqui temos espiritualidade e encantamento. Este é o “clima” do Advento: espera, expectativa, planos.

O que une profundamente Maria e José e nos leva a uma união espiritual com eles, é o que eles esperavam deste Filho que nasceria. Isso nos vem da frase que encontramos em Mateus 1,23, que cita um texto de Isaías 7,14. Encontramos a expressão “Emanuel”, traduzida por “Deus está conosco”.

A mensagem do Profeta e de toda a Escritura, no Antigo e no Novo Testamento, é que Deus está junto a nós. Não está “acima” de nós ou acima “de tudo e de todos”, mas “conosco”. Eis a diferença entre quem entende a Salvação e a espera com confiança e quem manipula Deus, servindo-se dele para seus interesses, afirmando que Ele se impõe e comanda. Não! Deus salva estando conosco! E este é o sentido do nome “Jesus”: “Deus salva!”

É José que recebe esta mensagem do anjo que anuncia o “Deus conosco”, que na língua hebraica se diz “Emanuel”. O Justo espera o Deus conosco, que acompanha e experimenta a vida, as alegrias, esperanças e as tristezas e dores. O Justo José espera, junto a Maria, o Deus conosco. José, esposo da Virgem, é o modelo de todo ser humano que coloca sua confiança em Deus, não projetos humanos. De fato, buscamos sempre uma solução fora de nós, de alguém que vem de fora, como que em um ato mágico, que muda a história instantaneamente. Com frequência este é o argumento de algum tipo de ciência, de fórmula de emagrecimento, de meio de enriquecer, de proposta política, de religião de soluções, e por aí vai. É uma expectativa ao redor de mitos, não do Deus conosco.

José, esposo de Maria e pai de Jesus é o sinal de expectativa de salvação em Deus que age na história, feita de opções e decisões humanas. Isso exige discernimento, escolhas e trabalho, e tudo isso é graça.

Um Advento que abre a inteligência para discernir o verdadeiro do falso, e abre o afeto para experimentar a misericórdia de Deus que salva, pois é o Deus conosco, o Emanuel. São José, que vive junto a Maria sua gravidez, nos ensina isso.

A todos, feliz espera, feliz Natal!

Pe. Mauro Negro, OSJ
Biblista. Professor de Teologia e Filosofia PUC São Paulo
Membro da Academia Marial de Aparecida

Nossa Senhora Auxílio dos Cristãos
Artigos

Mariofanias - Nossa Senhora Auxílio dos Cristãos

Em meados de 1681 o conde Philipp de Dietrichstein Siegmund fundou ao Norte da Boémia a pequena aldeia de Philippsdorf. Um lugar místico que atrai ao longo dos anos inúmeros fiéis que peregrinam em busca de Maria Santíssima invocada neste local como Auxílio dos Cristãos. Esta aldeia é o berço da fé e da devoção à Mãe de Deus entre os povos Thecos. No longínquo ano de 1835 nascia em Philippsdorf a vidente Madalena Kade. De família humilde, Madalena, ficou órfã muito cedo e por conta de uma série de doenças muito graves vivia sob os cuidados do irmão Joseph. O irmão Joseph além dos muitos cuidados com a irmã, trabalhava arduamente para sustentar a esposa Cecília e os seus cinco filhos.

Nossa Senhora de Knock (1)
Artigos

Mariofanias - Nossa Senhora de Knock

Aprovação: Em 1936 pelo Arcebispo de Tuam. A comissão investigativa do Dr. Gilmartin retorna um veredicto positivo. No condado de County Mayo, Irlanda, situa-se o Santuário Nacional de Knock. Este não foi somente lugar de uma das aparições da Virgem Maria. Videntes afirmam terem visto além da Mãe de Deus; seu castíssimo esposo São José; o Evangelista João e o próprio Filho de Deus, Nosso Senhor Jesus Cristo, o Cordeiro de Deus.

Maria mãe de Deus
Artigos

Maria, Mãe de Deus, Rainha e modelo de construção da paz e da fraternidade

Comemoramos no dia 01 de janeiro a Solenidade de Santa Maria Mãe de Deus. Ao mesmo tempo celebramos o Dia Mundial da Paz. Dois conteúdos cristãos que estão intimamente entrelaçados em seu sentido maior. A Mãe do Senhor é também o modelo de construtora da paz e da fraternidade, sendo a primeira discípula-missionária do seu Filho, o Príncipe da Paz (Is 9,6). No transcurso dos séculos, consolidou-se esta devoção á Mãe do Salvador como Rainha da Paz.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Academia Marial, em Artigos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.