Por Pe. Mauro Negro, OSJ Em Artigos Atualizada em 23 JAN 2019 - 09H01

José e Maria: os Santos Esposos

Os Esposos Maria e José são um caminho seguro para compreender e viver a vida cristã como Família. Os esposos são a fonte do Matrimônio.

Todo rio tem uma fonte, uma origem que é onde ele nasce. Por exemplo, o rio Paraíba do Sul, onde nossa Mãe Aparecida foi encontrada, recebe água do Paraitinga, que recebe do Tietê e que tem a sua fonte primária em Salesópolis. Aliás, tudo na vida tem uma fonte. A fonte da Família é Deus, claro. Mas, humanamente falando, a fonte da Família são os esposos.

A12
A12
23 de janeiro - Celebração dos Santos Esposos, Maria e José.




No dia 23 de janeiro temos a celebração dos Santos Esposos, Maria e José. Ela é pouco conhecida, devendo ser mais difundida e ensinada. Especialmente nos dias atuais, quando a Família, no jeito cristão de ser, está sendo tão ferida, relativizada e até negada.

Mulher e homem, no projeto de Deus, se unem e formam o núcleo da Família. Se os esposos tiverem Fé e buscarem a Deus, sua união será um sinal da Graça: o Sacramento do Matrimônio. A mulher deve santificar o homem, e este, àquela. Este encontro forma a Família, e deve ser cheio de respeito, reverência, paciência e compromisso, que nem sempre se encontra na sociedade, mas que na Igreja podem ser cultivadas à luz da Palavra de Deus, da Tradição e da prece.

Os Santos Esposos são Maria e José. Ele era o homem Justo, o Filho de Davi (Mateus 1,19–20); ela a serva do Senhor (Lucas 1,38). São os que mais estiveram próximos fisicamente de Deus. O Homem Jesus aprendeu a ser gente e judeu fiel com José e Maria, seus pais. Os Santos Esposos são a fonte da Família de Jesus. Isto pode estar faltando na sociedade!

Falta o sentido da entrega, da partilha, da comunhão, que não se aprende na rua, mas na Família. Os pais, que antes são, para si mesmos, esposos, têm a missão de educar e formar uma pessoa, o que nem sempre acontece como deveria. Por isso, a Igreja insiste nas atividades ligadas à Família. E os Santos Esposos, José e Maria, são a fonte daquela Santa Família, formada com Jesus.

 O que marca profundamente Maria e José é o fato de terem buscado a Deus, o que faz a diferença. O centro de interesse de um era o outro. Eles se aceitavam e buscavam ser o melhor entre si, para Jesus, seu filho, e para a sociedade. Assim, Deus pôde agir. Este pode ser o caminho para o ano que se inicia: olhar para os Santos Esposos, Maria e José, e buscar, neles, o modelo, a fonte para as Famílias.

Pe. Mauro Negro, OSJ
mauronegro@uol.com.br
Biblista PUC São Paulo
Pároco Igreja Nossa Senhora de Loreto
São Paulo SP

3 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Pe. Mauro Negro, OSJ, em Artigos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.