Artigos

Mariofanias - Visões e Aparições marianas: Deus continua falando ao nosso tempo através de Maria?

Escrito por Academia Marial

28 ABR 2022 - 12H00

Reprodução/ Wikipedia Our_Lady_of_Fátima_and_the_Children_-_Igreja_de_São_Domingos_-_Lisbon (Reprodução/ Wikipedia)

Leia MaisMariofanias – As manifestações da Mãe de DeusA iconografia nas Mariofanias – A materialização do transcendenteLançamento: Guadalupe, Aparecida e Lourdes – Três Mariofanias, uma Mesma MensagemNo início deste artigo, é importante afirmar que, em questão de Fé bem assegurou o grande cientista PASCAL: “...quem não acredita em Deus, ao morrer, nada perderá se Ele não existir. Porém, se Ele existe; estará condenado por toda a Eternidade...”. É preciso deixar claro também respondendo à pergunta do título deste artigo que, a Virgem não fala novas verdades, alheias ou diferentes das que estão ditas e/ou reveladas por Nosso Senhor Jesus Cristo no Evangelho. Se assim fosse, não seria uma aparição mariana. 


Ao longo desses últimos séculos temos lido e ouvido falar de um grande número de manifestações de Maria Santíssima, a Mãe de Jesus. Por um particular e grave motivo, Ela tem nos honrado com aparições neste “Vale de Lágrimas”. Alguma coisa acontece na Terra e no Céu para que a Mãe de Deus nos visite com assiduidade como neste, e nos últimos anos desses penosos séculos que se foram. Sobre as vindas da Celestial Senhora ao nosso mundo, destacam-se algumas, que por sua importância merecem atenção:

- Em Guadalupe, no México, em 1531, o humilde índio San Juan Diego teve a sublime visão da Mãe Celeste; e, com ele, Ela deixou uma prova inequívoca de sua presença, atestada inclusive por cientistas e céticos;

- Em Paris, França, em 1830, Santa Catarina Labouré, cujo corpo continua intacto e perfeito, desde a sua morte, há mais de 150 anos, também vê a Mãe de Deus;

- Em La Salette, França, 1846, viram Nossa Senhora sentada numa pedra chorando, as crianças Melanie Calvat e Maximino Giraud;

- Em Lourdes, também na França, no ano de 1858, aconteceu uma das mais conhecidas e comprovadas aparições à jovem pobre e humilde Santa Bernadette Soubirous;

- Em Fátima, Portugal, no ano de 1917, a mais conhecida e testemunhada das aparições, onde os três pastorinhos: Santa Jacinta Marto (7anos), São Francisco Marto (9 anos) e Lúcia dos Santos (10 anos), foram os felizes contempladores de Maria Santíssima.

Nem precisamos fazer tantas investigações, para acreditar, pois a própria Virgem Maria vem se encarregando de deixar os sinais de sua presença; É tão grande o interesse de Deus em nos relembrar os seus Sagrados Ensinamentos, já bastante esquecidos por nós, que permite que venha, quando necessário, nos alertar pessoalmente, a Esposa do Espírito Santo. Os fenômenos miraculosos que têm precedido e sucedido às aparições da Santíssima Virgem estão lá, por todas as partes, sendo vistos, fotografados, filmados e documentados por milhões de pessoas de vários países.


Não resta dúvida que qualquer pessoa esclarecida dos fatos em questão, terá motivos de sobra para crer que a Imaculada Virgem está preocupada com os nossos desatinos. Como disse um psiquiatra ateu, da antiga nação comunista, logo depois que examinou os videntes de Medjugorje: “...loucos são os que acreditam que vocês são loucos”. Nossa Senhora, como Mensageira de Deus, vem anunciar e nos relembrar o caminho da salvação. Maria é para o cristão um meio eficaz de chegar mais facilmente a Deus e à nossa meta final, que é o Céu. Nossa Senhora nada mais quer do que nosso amor por Seu Filho Jesus, e ninguém melhor do que ela para nos conduzir a Ele.

Esse é o papel dela, essa é sua missão: Ser nossa Mãe e nos conduzir a Jesus. Por meio da Santa Missa, unimo-nos ao Sacrifício de Cristo no Calvário e podemos fazer como a Virgem Maria: consentir, oferecer-nos com Ele, oferecer toda a nossa vida, nossos pensamentos, afetos, ações e amores, identificando-nos com os mesmos sentimentos de Cristo (cf. Fl 2, 5). São Josemaria Escrivá escreveu o quanto é importante a Santa Missa como crescimento na intimidade com Maria: “a primeira devoção mariana é a Santa Missa”. Portanto, Deus nos fala através de Maria não algo novo, novas verdades a serem cridas, mas sempre a mesma Verdade: Jesus Cristo é o Senhor para a glória de Deus Pai. Deus nos aponta Maria como nossa Mãe, e ela nos conduz a Jesus.

Pe. Emerson Aguiar, MS
Missionário Saletino

2 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Academia Marial, em Artigos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.