Artigos

O Sagrado Coração de Jesus

Escrito por Academia Marial

23 JUN 2022 - 07H00 (Atualizada em 24 JUN 2022 - 09H54)

Celebramos, no próximo dia 24 de junho, sexta-feira, a Solenidade do Sagrado Coração de Jesus. Lembramos que toda primeira sexta-feira de cada mês as nossas paróquias se reúnem para celebrarem a memória do Sagrado Coração de Jesus. O grupo do Apostolado da Oração se reúne, faz um momento de Adoração Eucarística e celebra-se a missa. 

No dia do Sagrado Coração de Jesus é o Dia Mundial de Oração pela santificação do Clero. Peçamos que todos os sacerdotes tenham o coração semelhante ao Coração de Jesus e perseverem em sua missão de anunciar a Palavra de Deus. O grupo do Apostolado da Oração é fundamental na Igreja, pois através da oração desse grupo e da ação do Espírito Santo, a Igreja consegue vencer as dificuldades.

Jesus nos diz que Ele é manso e humilde de coração e que N’Ele encontraremos o repouso. Jesus é amor total, enquanto esteve entre nós resumiu os dez mandamentos em dois: “Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo”. Ele não exclui os outros oito, mas dá pleno cumprimento. Ele nos ensina a termos um coração igual ao d’Ele e amarmos sem distinção o nosso próximo. Os sacerdotes devem acolher os fiéis com amor e ter no coração os mesmos sentimentos de Cristo. 

A data da festa do Sagrado Coração de Jesus é móvel, ou seja, ocorre sempre na segunda sexta-feira após Pentecostes, por isso que esse ano é dia 24 de junho, porém, nas igrejas onde São João Batista é titular, poderá ser celebrada a solenidade do Coração de Jesus no dia 23 de junho excepcionalmente. Mas dependendo de quando ocorre a festa de Pentecostes, pode acontecer em qualquer sexta-feira do mês de junho. Do Coração de Jesus brotam o amor e a misericórdia e com isso temos que ter esses mesmos sentimentos de Jesus.

A devoção ao Sagrado Coração de Jesus tem origem na Sagrada Escritura, o coração é uma das maneiras encontradas para falar do infinito amor de Deus pelos homens e este amor tem seu ápice com a vinda de Jesus. É do coração amoroso de Deus que brota o amor e a misericórdia. No início da celebração Eucarística, dizemos: “Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo”. Ou seja, Cristo é o ápice do amor de Deus. Para celebrar este grande amor, os fiéis são convidados a renovar a devoção a Jesus, manifestado concretamente na vivência deste amor na família, na comunidade e no serviço aos mais necessitados.

No dia do Sagrado Coração de Jesus, os grupos de Apostolado da Oração de nossas paróquias são convidados a renovar os seus votos e temos que fazer um trabalho missionário para conseguir novos membros para essa pastoral tão importante. Façamos o esforço de conseguir novos membros para o apostolado, para que através da oração dessas pessoas, a Igreja possa ser cada vez mais santa.

Leia MaisSagrado Coração de Jesus: A misericórdia de Deus não cessa por nós!Teologia do Mistério da Ressurreição de Jesus Cristo

Conta a história que, em 1673, Santa Margarida Maria de Alacoque recebeu várias revelações de Jesus Cristo que a fizeram formar uma equipe de apóstolos a essa devoção.

Em uma dessas revelações, Santa Margarida foi incumbida de pedir ao rei Luis XIV que consagrasse o Sagrado Coração de Jesus. Ela garantia ao rei que o Coração de Jesus o ampararia e conduziria o reinado dele: o objetivo era que a França conseguisse atingir um verdadeiro apogeu católico, por meio da restauração da civilização cristã. 

É por Ele que celebramos e pedimos com todas as forças e pensamentos e é N’Ele que colocamos todo o nosso foco: no amor de Cristo. O coração é um dos modos para falar do infinito amor de Deus, do amor que chega ao ponto alto com a vinda de Jesus. Usamos do coração para demonstrar o nosso amor para quem nos ama, da mesma forma Deus usa do coração para demonstrar o quanto nos ama. 

Como já dissemos, a devoção ao Sagrado Coração é feita sempre nas primeira sextas-feiras de cada mês. Temos que, sobretudo, pedir ao Coração de Jesus pelas necessidades da Igreja e do mundo. Que o Sagrado Coração de Jesus derrame a sua paz ao mundo, que está precisando muito. Rezemos ainda pela conversão dos pecadores e consagremos a humanidade ao sagrado Coração de Jesus. 

Peçamos ao Sagrado Coração de Jesus a graça de elevar nossas almas a Ele, e pedir para que com a pureza de sentimentos deste coração, limpe todos os nossos vícios e pecados e nos dê sabedoria para seguir em frente, de acordo com os ensinamentos sagrados.

Celebremos com alegria a festa litúrgica do Sagrado Coração de Jesus e peçamos a Deus que tenhamos um coração semelhante ao de Jesus e nos esforcemos para nos amarmos uns aos outros. Rezemos pelo Papa Francisco, pelos Bispos e por todo o clero, para que sejam perseverantes em sua vocação e busquem viver a santidade no dia a dia.


Orani João, Cardeal Tempesta, O. Cist.
Arcebispo Metropolitano de São Sebastião do Rio de Janeiro, RJ

Assunção de Nossa Senhora
Artigos

A Assunção de Nossa Senhora

Agosto está prenhe da presença dos Padres, mártires dos primeiros séculos da Igreja: Hipólito de Roma (13), São Lourenço (10), Santa Filomena (10), entre tantos outros. Destaca-se também a figura do grande pilar teológico da Igreja, Agostinho de Hipona (20). No entanto, percebe-se a presença de Maria Mãe de Deus, através de diversos títulos. É justamente com o título de Nossa Senhora da Assunção, que quero focar minha reflexão.

Assunção de Maria
Palavra do Associado

O Dogma Mariano da Assunção da Virgem Maria: Maria antecipa a nossa realidade no céu

Todos temos uma história de vida e quando Deus passa a fazer parte dessa história, movimenta a nossa vida, nos impulsiona e não nos deixa parados, passamos a ir, a servir, “apressadamente”, pois a graça de Deus está em nossos corações e estamos prontos para o que der e vier, assim nos aponta, o Evangelho dedicado a esta solenidade: Lc 1,39-56. Essa “pressa”, dá nova direção a vida, pois, repleta de fervor interior e de alegria, vai revelando em nosso coração, a mesma atitude interior de fé e da prontidão de Maria. Essa “pressa” não se trata de ansiedade, mas sim movimento interior de um amor filial que busca ser eficaz.

nossa senhora de fátima
Artigos

Mariofanias - As primeiras Mariofanias: Como tudo começou?

Ao longo dos séculos muitas foram às afirmações de pessoas ao redor do mundo, que disseram terem visto a Santa Mãe de Deus e Dela terem recebido mensagens, ensinamentos, alertas e pedidos. Na maioria das vezes tais encontros entre o humano e o divino, os pedidos eram de conversão, oração e penitência. Pedidos de oração uns pelos outros e pelas almas que padecem no purgatório. A figura celeste durante as aparições pede de um modo geral para “cuidar dos irmãos de seu Filho, que caminham ainda na terra, até chegarem à pátria bem-aventurada” (Lumen Gentium 62).

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Academia Marial, em Artigos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.