Por Academia Marial Em Catequese Atualizada em 26 SET 2018 - 15H06

No que consiste a consagração a Nossa Senhora? Por que nos consagramos a Ela?


Thiago Leon
Thiago Leon

Antes de mais nada, é importante esclarecer que para os cristãos a primeira e fundamental consagração é a consagração batismal. Em sentido originário, portanto, a consagração é um ato de culto dirigido a Deus, podendo, no entanto, analogicamente ser referida a Maria. De fato, São Luís Maria Grignion de Montfort, em seu Tratado da verdadeira devoção a Maria, escreve:

“A perfeita consagração a Jesus Cristo, pois, nada mais é do que uma consagração perfeita e total de si mesmo a Maria; ou, em outras palavras, uma renovação perfeita dos votos e das promessas do santo batismo” O Papa João Paulo II reforça a afirmação de São Luís questionando:

“Como poderíamos viver o nosso batismo sem contemplar Maria, a bendita entre as mulheres, que tão bem recebe o dom de Deus? Cristo no-la deu por mãe. Deu-a por mãe à Igreja… Todo católico espontaneamente a Ela confia a sua oração e se consagra a Ele para melhor se consagrar ao Senhor”

A consagração é antes de tudo um ato voluntário e consiste na entrega total de si a Maria, como consequência do reconhecimento da sua missão materna e exemplar na vida cristã. Esta entrega enriquece a vida espiritual do cristão enquanto o ajuda a viver concretamente a espiritualidade de Maria: disponibilidade, dedicação, aceitação da vontade de Deus, humildade…

O fundamento bíblico desta entrega total de si mesmo a Maria encontramos em Jo 19,25-27. O texto grego diz: “E a partir dessa hora o discípulo a recebeu entre seus bens” (v.27). Os bens a que o evangelista se refere são os dons de Jesus aos seus discípulos: o Espírito Santo, a sua palavra, a alegria, a paz… Maria é, portanto, um dom entre os dons e acolhê-la na própria vida quer dizer acolher a vontade de Jesus.

São Maximiliano, partindo da sua experiência pessoal de consagração, diz que quanto mais uma pessoa pertence à Imaculada, com maior franqueza e maior liberdade pode aproximar-se de Deus.

Marlete Alves de Lacerda
Missionária da Imaculada – Padre Kolbe

 Consagração a Nossa Senhora Aparecida 

Ó Maria Santíssima, pelos méritos de Nosso Senhor Jesus Cristo,
 em vossa querida imagem de Aparecida,
espalhais inúmeros benefícios sobre todo o Brasil.

Eu, embora indigno de pertencer ao número de vossos filhos e filhas,
mas cheio do desejo de participar dos benefícios de vossa misericórdia,
prostrado a vossos pés,
consagro-vos o meu entendimento, para que sempre pense no amor que mereceis;
consagro-vos a minha língua para que sempre vos louve e propague a vossa devoção;
consagro-vos o meu coração, para que, depois de Deus,vos ame sobre todas as coisas.

Recebei-me, ó Rainha incomparável, vós que o Cristo crucificado deu-nos por Mãe,
no ditoso número de vossos filhos e filhas; acolhei-me debaixo de vossa proteção;
 socorrei-me em todas as minhas necessidades, espirituais e temporais,
sobretudo na hora de minha morte.

Abençoai-me, ó celestial cooperadora, e com vossa poderosa intercessão,
fortalecei-me em minha fraqueza, a fim de que, servindo-vos fielmente nesta vida,
possa louvar-vos, amar-vos e dar-vos graças no céu, por toda eternidade.

Assim seja!

Notice (8): Undefined variable: comment_options [APP/Template/ContentArchives/detail.ctp, line 57]
Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Academia Marial, em Catequese

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.