Por Elisangela Cavalheiro Em Notícias Atualizada em 02 JUN 2020 - 16H37

Iniciativa “Anjos da Vida” oferece ajuda a idosos e doentes em Diadema (SP)

Se antes da pandemia, fazer o bem era um gesto importante para a convivência em sociedade, com o isolamento social, a caridade e amor ao próximo se tornaram atitudes altamente necessárias para muitas pessoas.

Na Paróquia Menino Jesus que fica na Vila Nogueira, na cidade de Diadema, no grande ABC Paulista, a pandemia impôs a muitas pessoas idosas e portadoras de doenças crônicas a ameaça invisível do vírus.

Essa realidade sensibilizou o pároco da paróquia, o missionário redentorista, padre Antônio Carlos Barreiro, a pensar no projeto solidário “Anjos da Vida” para ajudar essas pessoas.

“Diante da grave situação da pandemia de Covid-19, que a cada momento exige novas tomadas de decisões, diante da preocupação e sofrimento das pessoas, e, considerando o grande perigo de contaminação em se tratando de aglomeração de pessoas; a necessidade de prevenção e o uso do bom senso; as orientações dos profissionais de saúde, órgãos públicos e governamentais e ainda a presença do vírus em nossa região, em caráter de urgência iniciamos nas comunidades grupos de voluntários, que intitulei ‘Anjos da Vida’”, disse padre Barreiro em entrevista ao A12.

A12
A12
Padre Barreiro criou com paroquianos o projeto solidário emergencial.


A pandemia na cidade de Diadema já
vitimou 124 pessoas e contaminou outras 1193, até o dia 1º de junho, segundo dados da prefeitura.

Leia MaisPadre luta contra pandemia que atinge pobres em Manaus Curado do coronavírus Missionário Redentorista participa de pesquisaMissionário Redentorista oferece terapia on-line durante a pandemiaParóquias redentoristas vivenciam quarentena com missas ao vivo e caridadeComo uma cidade periférica, a aglomeração é algo quase impossível de ser controlado, até porque muitos precisam sair de suas casas para o sustento de suas famílias. Uma realidade que mostra como a desigualdade social atinge mais os pobres.

O projeto criado pelo padre tem como objetivo oferecer a ajuda de voluntários para atender as necessidades de idosos, doentes e pessoas que moram sozinhas e em situação de risco.

Segundo o pároco, os voluntários se colocam “disponíveis para servir essas pessoas, quando precisarem de ir ao banco, a farmácia e ao supermercado, evitando assim que se exponham em locais de aglomeração”, acrescenta.

Os voluntários nas comunidades da paróquia se organizaram, fizeram uma lista de pessoas disponíveis e divulgaram. “Quando precisa, o idoso entra em contato e solicita a ajuda. Essa atitude, protege os mais vulneráveis na pandemia e evita a circulação de pessoas, atendendo as recomendações das autoridades civis e de saúde”, explicam Natália e Robin, voluntários da paróquia.

A ideia começou tímida em algumas comunidades, com poucas pessoas beneficiadas, mas com o tempo começou a se expandir, e hoje, toda a paróquia conta com a ajuda dos benfeitores solidários. Muitos têm utilizado o próprio carro para levar idosos, sempre tomando todos os cuidados necessários.

Além dessa atitude simples, mas muito nobre, existem pessoas que estão fazendo e doando máscaras para quem não tem condições de adquirir, como é o caso de Dona Vera Lúcia, do Apostolado da Oração.

“Sempre fui assim desde pequena, sempre coloquei o meu próximo em primeiro lugar”, disse Vera em entrevista realizada por um aplicativo de telefone.

:: A importância da dimensão espiritual da empatia

“Desde o início do uso da máscara, como eu trabalho com artesanato, eu fiz bastante máscaras para os meus vizinhos. Isso começou porque minha filha é enfermeira e aí surgiu a ideia. Era um tempo ainda que a gente não estava encontrando máscaras e ela me pediu para que fizesse algumas. Ela levava para as outras enfermeiras e médicos e eu tive a ideia de doar para os parentes dos pacientes também. Tem sido muito gratificante poder ajudar”, enfatiza Vera.

Arquivo pessoal.
Arquivo pessoal.
Vera é um exemplo de que a solidariedade é dever de todos.


Além do
projeto emergencial e das doações de máscaras, por meio dos Leigos Redentoristas, da Pastoral da Caridade Social e de outras pastorais, estão sendo distribuídos alimentos e roupas para as famílias necessitadas. Padre Barreiro contabilizou a distribuição de 120 cestas básicas aos necessitados durante o mês de maio.

:: Como a vida paroquial pode ficar após a pandemia

A vontade de ajudar o próximo tem levado a paróquia a realizar muitas outras ações durante a pandemia. De acordo com o pároco, foi formado um comitê com as lideranças de diversas pastorais e conselhos administrativo e econômico, para conversar e buscar soluções para este momento de crise e um movimento de oração tem sido incentivado entre os fiéis. 

“Incentivamos um movimento de oração pela saúde, ou seja, toda vez que alguém for lavar as mãos, lembrar de rezar uma Ave Maria e um Pai Nosso pelo mundo, pelo Brasil, pela paróquia, para que as pessoas sejam mais espiritualizadas, pensem mais no outro, sejam menos egoístas e mais fraternas”, finaliza.

SERVIÇO:

A Paróquia Menino Jesus fica na rua Luiz de Vasconcelos, 100, (Jardim Marilene), Vila Nogueira, Diadema (SP). Para ajudar com doações entrar em contato pelo telefone (11) 4066-6034 ou 4067-8337.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Elisangela Cavalheiro, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.