Palavra Redentorista

Perpétuo Socorro: nossa ajuda em tempos de dificuldade

Escrito por Redentoristas

15 FEV 2021 - 06H00

Shutterstock shutterstock_perpetuo_redentorista (Shutterstock )

Sem dúvida, a imagem mais popular de Nossa Senhora é sob o título de “Nossa Senhora do Perpétuo Socorro”.

Os Redentoristas conseguiram cumprir a admoestação do Papa Pio IX “para torná-la conhecida em todo o mundo”. A devoção a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro ocorre em todo o mundo em muitas e variadas línguas e culturas.

:: Pio IX, o papa devoto da Mãe do Perpétuo Socorro 

O ícone que remete a esta devoção transcende a cultura porque a imagem de Maria e Jesus e as mensagens que veicula universalmente atingem o âmago da condição humana.

O Menino Jesus tem a aparência de apreensão quando apresentado com instrumentos de Sua paixão. Em sua mãe, Ele encontra o maior conforto e ternura. Em Sua pressa de correr para os braços protetores dela, Ele quase perde uma de suas sandálias, significando para nós que devemos nos apressar em buscar sua ajuda amorosa em nossos problemas. Os dedos de Cristo seguram a mão direita de sua mãe, mas permanecem ali vagamente. Nisto reside outra lição. Através da proteção de Sua santa Mãe, Jesus cresceu até a idade adulta e iniciou Sua obra redentora. Ao protegê-Lo, ela também intercede por nossa proteção e bem-estar.

É comumente entendido que mãe é aquela que nutre, conforta e protege. Esses são instintos maternos básicos. Uma mãe não negligencia nem abandona seu filho. Uma criança tem garantias de amor e segurança quando sua mãe está por perto.

No ícone de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, vê-se e sente essa proteção materna. A imagem de Maria avulta sobre um pequeno Jesus de aparência adulta. A imagem transmite que, desde a infância até a maturidade adulta, também estarei lá para proteger meu filho. O ícone da Mãe do Perpétuo Socorro nos diz “que assim como protegi meu filho, protegerei vocês”.

A ideia de “ajuda perpétua” é atraente. Convida-nos a abandonar a necessidade de estar na defensiva, a deixar de ser ansiosos, a largar os pesados ​​fardos que temos carregado e simplesmente a confiar. No ícone, os instrumentos da paixão de Jesus o assustaram e o fizeram correr rapidamente para sua mãe. Faz com que consideremos as questões e circunstâncias que nos causam medo e trazem problemas em nossas vidas.

Na vida, existem muito poucas coisas que são infinitas; portanto, ter a sensação de haver um “perpétuo socorro” nos lembra que Deus e, por extensão, o vaso escolhido por Deus, nossa Mãe Santíssima é um socorro sempre presente em nossos tempos de angústia.

Tendo sido criado em uma casa católica tradicional afro-americana, a imagem de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro foi exibida com destaque em nossa casa. O ícone de Maria em nossa casa trouxe para minha família a sensação da permanente presença e proteção de Deus. Dentro do contexto da espiritualidade afro-americana, há uma confiança de saber que “Deus é capaz” de nos trazer através de nossos problemas, que Deus pode realmente nos curar, ajudar e nos livrar de circunstâncias devastadoras, e que Deus nunca nos abandonaria em nossos tempos de problemas e infortúnios.

Existe um conhecido ditado religioso afro-americano de que "problemas nem sempre duram!". Minha mãe encorajava meus irmãos e eu a buscarmos a intercessão de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro em quaisquer problemas que estivéssemos lidando.

Nossas constituições e estatutos redentoristas nos lembram que “entre grupos de pessoas que mais precisam de ajuda espiritual, eles darão atenção especial aos pobres, necessitados e oprimidos”. (Constituição, n. 4)

Minha própria vocação nasceu ao testemunhar missionários Redentoristas trabalhando como párocos e Irmãos em um bairro urbano pobre buscando levar ajuda e cura para aqueles que foram tratados injustamente e social, política e economicamente carentes e oprimidos.

Seu testemunho e fidelidade aos pobres eram tão fortes que nunca falaram explicitamente de seu carisma, mas o viveram.

Leia outro artigo desta sériePerpétuo Socorro: o que o ícone desta devoção nos falaPresenciei sua grande pregação e promoção da devoção a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e de alguma forma soube que Maria era, sem dúvida, uma fonte de sua dedicação em ajudar os pobres. Ficou claro que essa Madonna que era aquela que “ajuda”, inspirou esses missionários redentoristas a ajudar outros. Acredito que se como Redentoristas buscamos evangelizar os pobres e ser evangelizados pelos pobres, devemos buscar o encorajamento maternal de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro para nos ensinar como estar presentes aos pobres, especialmente quando parece um inconveniente e permitir que eles corram até nós em seus momentos de medo e apreensão para encontrar consolo, segurança, paz e conforto.

Os pobres só virão correndo para nós como Redentoristas, se antes deixarmos nosso conforto e segurança e corrermos para eles e aprendermos deles o que significa ser inseguro, vulnerável e desamparado. Para os pobres e oprimidos, o senso de espiritualidade e santidade deriva essencialmente da experiência. Deus não é o Deus da especulação e nem a Mãe Santíssima! Deus e Maria agem na nossa vida.

Para os pobres, tudo o que é santo, especificamente Maria, a sempre atenta Mãe de Jesus, ensina, guia, protege e permanece fiel, mesmo quando a humanidade não é fiel. O ícone de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro nos ensina, como Redentoristas, como estar totalmente comprometidos com nossa vocação de pregar as boas novas aos pobres e mais abandonados por ter experimentado pela primeira vez e, assim, sermos capazes de mostrar amor incondicional e ajuda infalível.


Fonte: Maurice J. Nutt, C.Ss.R/CSSR News

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redentoristas, em Palavra Redentorista

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.