Por Por Thamara Gomes Em Notícias Atualizada em 17 OUT 2017 - 15H59

A participação jovem nas Missões Populares

Em outubro, a Igreja celebra o mês missionário, período especial para a Congregação do Santíssimo Redentor. Os Missionários Redentoristas desenvolvem durante todo o ano um trabalho de especial dedicação nas Missões Populares. São missionárias e missionários, entre sacerdotes, religiosos (as) e leigos, que promovem um tempo forte de evangelização em determinadas paróquias, sendo um verdadeiro “reforço” para a pastoral local.

:: O desafio de evangelizar uma cidade grande

São momentos de oração e fraternidade voltados para todos os fiéis, das crianças aos idosos. Os jovens também têm lugar nas Missões Populares. De acordo com Ir. Ernesto Coelho, CSsR, os religiosos procuram sempre envolver a juventude na dinâmica da missão.

“A inserção dos jovens nas Missões Populares se dá durante todo o período da ação missionária. Tendo início, portanto, logo na primeira e segunda fase da missão, quando o jovem é convidado a mapear a paróquia, fazendo um levantamento da sociedade local. Na segunda fase, quando a comunidade é dividida em setores, os jovens engajados nos grupos pastorais são convocados a serem coordenadores desta etapa do trabalho missionário”, explica o religioso.

Santas Missões
Santas Missões

O objetivo das Santas Missões é motivar, fomentar e provocar a boa reação evangélica e comunitária no decorrer da Ação Missionária, para que a própria paróquia colha os frutos posteriormente, com cristãos mais engajados nas pastorais da comunidade. Este é um tempo em que os missionários procuram também trabalhar a dimensão vocacional com a juventude.

“Normalmente os jovens dão boas respostas neste trabalho e acabam se sentido participantes da Missão Redentorista e também integrados na paróquia. Dentro dessa dinâmica, o jovem assume esse jeito de ser redentorista na própria comunidade”, avalia Ir. Ernesto.

:: O Irmão Redentorista

É por isso também que as Santas Missões desenvolvem papel importante na promoção da vocação redentorista. “Durante este tempo missionário, toda a paróquia se movimenta e o jovem gosta disso, gosta de ação e de participação. Por isso, muitos jovens se identificam com os Missionários Redentoristas e têm vontade de seguir este caminho e este jeito de ser. Eles começam então a ver a vocação de uma maneira diferente. É por isso que a missão acaba sendo esse celeiro vocacional”, conclui o Missionário Redentorista.

2 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Por Thamara Gomes, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.