Por Redentoristas Em Notícias Atualizada em 28 MAI 2020 - 09H25

O futuro pertence à juventude?

Diante da expansão da pandemia de Covid-19 alguns afirmam que, na falta de leitos nas UTI's, os idosos devem morrer para os jovens viverem.

As Constituições Redentoristas não discriminam ninguém, pois tanto os confrades idosos quanto os enfermos, incapacitados, quer sofrem dores ou enfrentem a morte são missionários (cf. Const. 55). Nas Constituições, a idade é um pormenor em relação à missionariedade e o que vale é a fé.

Shutterstock
Shutterstock


Na realidade social, as sociedades tradicionais rejeitam a ideia de os jovens serem o futuro, porque prezam pelos costumes e tradições e enaltecem o passado. Afirmam que as tradições vêm dos idosos e as crianças e jovens as conservam. Veem os jovens como imaturos, inexperientes e reprodutores das ações dos idosos. Os idosos são sábios e decidem os caminhos da sociedade.

As sociedades modernas, ao contrário, julgam que o futuro está nos jovens, porque são dinâmicos e os idosos são senis. Ditaduras modernas como russa, italiana, espanhola e alemã investiram na juventude para controlar o futuro. Hitler recrutou rapazes e moças para "purificar" o futuro. Eles gritavam: “nós somos o futuro”; “conosco está chegando o novo tempo”. Mas, a jovialidade e o entusiasmo os levaram ao sacrifício: crianças, jovens e idosos morreram na guerra, orientados por seus dirigentes e dominadores. Em si, não foram vistos como o futuro, mas sim como objeto de controle.

Leia MaisPsicóloga fala sobre perspectivas pós-pandemia de coronavírusCurado do coronavírus Missionário Redentorista participa de pesquisaA família e o coronavírusPadre Camilo fala sobre as perspectivas pós-pandemia de coronavírusO profeta Isaías afirma: “Meninos ficam cansados e exaustos, jovens caem, mas os que esperam no Senhor recebem nova força para alçar voo com asas como águias, caminhando sem ficarem exaustos, andando sem se cansar” (cf. Is 40, 30-31).

A exemplo das Constituições Redentoristas, a realidade bíblica vê a idade como um pormenor, pois o importante é crer em Deus, agindo com coragem.

O futuro é de todos. Nem as crianças e jovens são a potência, nem os idosos são a impotência. Ninguém é tão idoso que não possa reiniciar, e ninguém é tão jovem que não possa desanimar ou debilitar.

A criatividade está em todas as idades, e a fé mostra que todos estão sempre no início em direção do futuro.


Fonte: Secretariado de Evangelização e Pastoral, Província Campo Grande

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redentoristas, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.