Palavra do Associado

Perpétuo Socorro: “Fazei-a conhecida em todo o mundo”

Escrito por Academia Marial

06 AGO 2021 - 15H35

Aparecida Lembranças de fé

Título: Nossa Senhora do Perpétuo Socorro  

Padroeira: Mato Grosso do Sul

Festa: 27 de julho

Marcado por movimentos políticos, sociais, econômicos e culturais o estado do Mato Grosso do Sul foi criado em 1977 e implantado em 1979. Por decreto do Presidente da República, Getúlio Vargas, criou-se em 1943 o Território de Ponta Porá. Com a criação do Território de Ponta Porá exclui-se a principal cidade que dividia o estado, Campo Grande. “Com a sua deposição, o novo presidente, nascido na vizinha Cuiabá (cidade do Mato Grosso), Eurico Gaspar Dutra, adotaria uma política de reintegração nacional que previa não a separação, mas a manutenção dos dois estados unidos. O desmembramento de Mato Grosso do Sul só aconteceria anos mais tarde. Foi decidido e realizado pelo então presidente Ernesto Geisel, mas a decisão só aconteceu definitivamente em janeiro de 1979 com a instalação do novo governo”. ¹

A devoção a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro remonta anos antes da criação do Estado. Data de 3 de agosto 1941 a inauguração da igreja dedicada a Santa construída no bairro Amambaí. A igreja do Perpétuo Socorro foi fundada por Dom Vicente Priante e entregue aos cuidados da Congregação do Santíssimo Redentor dos Missionários Redentoristas. Esta mesma igreja foi tombada como patrimônio histórico do município em 13 de julho de 2018.

Nossa Senhora do Perpétuo Socorro se tornou Padroeira do Mato Grosso do Sul devido à grande devoção pela Mãe que se espalhou pelo Estado. A Paróquia foi fundada em 1939. Nesses anos de história, bênçãos e milagres foram sendo anunciados, pelas cartas que os devotos da Mãe escrevem, contando com alegria e entusiasmo as graças alcançadas. São aproximadamente 25 mil pessoas que passam por quarta-feira no Santuário. Nossa Senhora do Perpétuo Socorro também é padroeira de cinco cidades de Mato Grosso do Sul: Antônio João, Bodoquena, Caracol, Itaquiraí e Sete Quedas.²

A devoção a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro está ligada intimamente ao ícone milagroso que traz a representação da Virgem Maria da Paixão. Este ícone que hoje é venerado e conhecido em todo o mundo carrega uma história extraordinária, desde o seu surgimento na pequena Ilha de Creta, na Grécia, até o seu destino final, a cidade de Roma, onde está a capital do Catolicismo. O pequeno quadro de madeira que mede 53 x 41,5 cm passou por momentos dramáticos ao longo de sua história. Foi venerado com grande devoção pelo povo cretense onde ele surgiu e depois roubado por interesses mesquinhos, voltou a ser venerado, mas pelo povo de outro país, e durante uma revolução foi perdido e ficou esquecido por longas décadas, até que teve o seu culto público restabelecido. Motivo de graças extraordinárias por onde passou o pequeno quadro carrega a síntese do mistério da redenção de Jesus e traz como mensagem o amor de Deus pela humanidade por meio de Maria e o seu filho Jesus.³Leia MaisPerpétuo Socorro, de nossa perpétua misériaMaria do Perpétuo SocorroPerpétuo Socorro: o ícone mais universal de MariaPerpétuo Socorro em Bom Jesus da LapaNossa Senhora do Perpétuo Socorro: A beleza simbólica do Ícone

A interessante história da imagem do Perpétuo Socorro está magnificamente apresentada no interior da igreja paroquial do bairro do Grajaú, no Rio de Janeiro, em pintura do artista Antônio Maria Nardi. Este templo, construído em estilo romano-bizantino para combinar com o famoso quadro, é muito visitado pelos jovens estudantes de arquitetura interessados em apreciá-lo de perto. 4

Nossa Senhora do Perpétuo Socorro foi instituída a padroeira de Mato Grosso do Sul por meio de Lei Estadual. O Projeto de Lei foi aprovado pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul no dia 20 de dezembro de 2017. Sete dias depois, o Governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, sancionou a Lei durante a novena das 9h, do dia 27 de dezembro de 2017. 5

Vinícius Aparecido de Lima Oliveira

Associado da Academia Marial de Aparecida

Bibliografia:

1. CONTEÚDO aberto. In: IBGE – História do Mato Grosso do Sul. Disponível em: < https://cidades.ibge.gov.br/brasil/ms/historico. Acesso em: 21 jun 2021.

2. CONTEÚDO aberto. In: Santuário Estadual Nossa Senhora do Perpétuo Socorro – Padroeira. Disponível em: < https://perpetuosocorroms.com.br/padroeira  >. Acesso em: 21 jun 2021.

3. CONTEÚDO aberto. In: Portal a.12.com – Perpétuo Socorro, o ícone Milagroso: roubado e esquecido, mas ganhou o mundo. Disponível em: < https://www.a12.com/redentoristas/noticias/redentoristas/a-historia-do-icone-que-foi-roubado-perdido-e-esquecido  > . Acesso em: 21 jun 2021.

4. MEGALE, Nilza Botelho. Invocações da Virgem Maria no Brasil. Petróplis: Editora Vozes – 4ª edição, 1998.

5. CONTEÚDO aberto. In: Santuário Estadual Nossa Senhora do Perpétuo Socorro – Padroeira. Disponível em: < https://perpetuosocorroms.com.br/padroeira  >. Acesso em: 21 jun 2021.

Artigos

Mariofanias - Nossa Senhora Auxílio dos Cristãos

Em meados de 1681 o conde Philipp de Dietrichstein Siegmund fundou ao Norte da Boémia a pequena aldeia de Philippsdorf. Um lugar místico que atrai ao longo dos anos inúmeros fiéis que peregrinam em busca de Maria Santíssima invocada neste local como Auxílio dos Cristãos. Esta aldeia é o berço da fé e da devoção à Mãe de Deus entre os povos Thecos. No longínquo ano de 1835 nascia em Philippsdorf a vidente Madalena Kade. De família humilde, Madalena, ficou órfã muito cedo e por conta de uma série de doenças muito graves vivia sob os cuidados do irmão Joseph. O irmão Joseph além dos muitos cuidados com a irmã, trabalhava arduamente para sustentar a esposa Cecília e os seus cinco filhos.

Nossa Senhora de Knock (1)
Artigos

Mariofanias - Nossa Senhora de Knock

Aprovação: Em 1936 pelo Arcebispo de Tuam. A comissão investigativa do Dr. Gilmartin retorna um veredicto positivo. No condado de County Mayo, Irlanda, situa-se o Santuário Nacional de Knock. Este não foi somente lugar de uma das aparições da Virgem Maria. Videntes afirmam terem visto além da Mãe de Deus; seu castíssimo esposo São José; o Evangelista João e o próprio Filho de Deus, Nosso Senhor Jesus Cristo, o Cordeiro de Deus.

Maria mãe de Deus
Artigos

Maria, Mãe de Deus, Rainha e modelo de construção da paz e da fraternidade

Comemoramos no dia 01 de janeiro a Solenidade de Santa Maria Mãe de Deus. Ao mesmo tempo celebramos o Dia Mundial da Paz. Dois conteúdos cristãos que estão intimamente entrelaçados em seu sentido maior. A Mãe do Senhor é também o modelo de construtora da paz e da fraternidade, sendo a primeira discípula-missionária do seu Filho, o Príncipe da Paz (Is 9,6). No transcurso dos séculos, consolidou-se esta devoção á Mãe do Salvador como Rainha da Paz.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Academia Marial, em Palavra do Associado

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.