Por Elisangela Cavalheiro Em Notícias Atualizada em 06 DEZ 2019 - 11H05

Como viver bem a nossa espiritualidade para ser mais feliz

A espiritualidade representa um modo da gente viver a nossa fé. Na Igreja, às vezes, citamos até várias formas de viver a espiritualidade, como por exemplo, a espiritualidade franciscana, salesiana, do deserto, e claro, redentorista. Mas o que é espiritualidade e como entender essas diversas realidades quando citamos esse jeito de viver a fé? 

O missionário redentorista padre Eduardo Ribeiro, prefeito de Igreja do Santuário Nacional de Aparecida, foi explicar este tema na nossa Live Redentorista. Ele nos ajuda a entender o universo da espiritualidade a partir de diversas questões. O missionário também conversa sobre a oração, que é uma das formas de vivenciar e manifestar a nossa espiritualidade. Sabemos que a espiritualidade é alimentada pela oração.

Shutterstock.
Shutterstock.
A espiritualidade é alimentada pela oração!


Veja, por exemplo, a resposta 
do padre Eduardo para as seguintes questões:

- O que são as formas de oração: meditativa, contemplativa e comunitária?

- Como deve ser uma oração. Há uma fórmula certa?

- O que a oração muda em nós?

A Live Redentorista é transmitida toda terceira quarta-feira do mês na fanpage da Província de São Paulo

Ficou interessando no assunto, confere a entrevista completa com o padre Eduardo ondemand_video


Leia Mais70 meditações para cultivar a espiritualidade no cotidianoEspiritualidade da visitação na missão redentoristaA espiritualidade do Advento e a preparação para o NatalConheça mais da Espiritualidade RedentoristaAlguns elementos de reflexão acerca da espiritualidade contemporâneaA Espiritualidade de São Geraldo Majella As características da Espiritualidade Redentorista

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Elisangela Cavalheiro, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.