Artigos

A Semana Santa com Nossa Senhora

Escrito por Pe. Antonio Clayton Sant’Anna, C.Ss.R.

26 MAR 2021 - 07H00 (Atualizada em 29 MAR 2021 - 09H47)

Thiago Leon

Semana Santa!  Reviver na fé o amor e a doação ao extremo de Jesus e Maria por nós.  Nela, veneramos a discípula fiel e inseparável do Filho até a hora suprema do Calvário.

Thiago Leon
Thiago Leon


Quinta-feira santa.  Dia da Eucaristia, o sacramento central da Igreja. Nesse primeiro dia do Tríduo Pascal, o mistério e a missão da Igreja refulgem na viva luz da caridade, que nos irmana no mais puro amor. No lava-pés Jesus usou o 'avental do serviço'.  Reunidos na mesa, que serve a todos e põe todos a serviço uns dos outros, lembramos com piedosa emoção a Última Ceia. Não foi necessária nenhuma referência dos Evangelhos à presença de Maria na ceia Pascal, pois nos anos da convivência em Nazaré, ela havia conservado e repassado ao Filho as tradições da festa mais importante da Antiga Aliança. Na sua Última Ceia, Jesus deu à Páscoa judaica um sentido totalmente novo: fez-se a vítima no lugar do cordeiro pascal. É impensável que Maria não estivesse com Ele nesse início da Nova Aliança em seu Sangue. Ela é a Nossa Senhora do Santíssimo Sacramento.

Sexta-feira santa. O olhar da fé, banhado com certa tristeza, contempla o Cristo 'homem das dores', triturado pelo sofrimento, supliciado na Cruz até a última gota de sangue. Sua morte deu-nos a Vida! Frente ao mistério de iniquidade, que é o pecado, raiz de todo o mal, cremos humildemente no mistério do perdão e da libertação, que brotam do Crucificado. Por suas chagas, fomos curados!  Na Semana Santa, proclamam-se as passagens do profeta Isaías sobre o justo perseguido. Os primeiros cristãos foram entendendo que esses textos proféticos já anunciavam o mistério do Cristo-Messias, imolado como vítima pura e pacífica. Na cruz, Jesus disse a sua Palavra Maior. E, num mar de sofrimento, lá estava Sua Mãe, Maria! Ela, primeira redimida, rezava por nós no Calvário. E como 'Mãe das Dores', reafirmava o 'sim' da encarnação. Mesmo crucificado, o Filho confiou os discípulos à Sua Mãe: 'Mulher, eis aí teu filho!'

Sábado Santo. Retoma-se o ritmo normal da semana civil, mas nas comunidades reverencia-se com fervor Maria, sob o título de 'Senhora das dores'. De algum modo atenta-se ao convite litúrgico para reviver, na prece, o luto, a solidão que Nossa Senhora viveu na terra, após o enterro de seu Jesus. Mas o sábado é de 'Aleluia'. A alegria pascal irrompe jubilosa na Vigília, que finaliza o tríduo e liga o Sábado Santo com 'o Dia que o Senhor fez para nós'!

Domingo da Ressurreição. Os fiéis trocam votos de Feliz Páscoa, graças à vida nova que o Ressuscitado nos deu. Vida da qual Maria é a mãe espiritual. Os evangelhos não precisaram falar de uma aparição do Senhor Ressuscitado à sua mãe. Com certeza, ela teve, de modo único e especial, o conhecimento e a partilha do mistério pascal de Jesus. E sua oração no Cenáculo sustentou os apóstolos que, vacilantes e medrosos, aguardaram a vinda do Espírito Santo.

Que ela fortaleça nossa fé!


Apresentação de Jesus
Artigos

Festa da Apresentação do Senhor

“O Rei da glória é o Senhor onipotente” (Sl 23/24) No próximo dia 2 de fevereiro de 2023, celebramos a Festa da Apresentação do Senhor. Essa celebração acontece 40 dias após o Natal. Esse acontecimento é narrado no capítulo 2 do Evangelho de Lucas.

Nossa Senhora Auxílio dos Cristãos
Artigos

Mariofanias - Nossa Senhora Auxílio dos Cristãos

Em meados de 1681 o conde Philipp de Dietrichstein Siegmund fundou ao Norte da Boémia a pequena aldeia de Philippsdorf. Um lugar místico que atrai ao longo dos anos inúmeros fiéis que peregrinam em busca de Maria Santíssima invocada neste local como Auxílio dos Cristãos. Esta aldeia é o berço da fé e da devoção à Mãe de Deus entre os povos Thecos. No longínquo ano de 1835 nascia em Philippsdorf a vidente Madalena Kade. De família humilde, Madalena, ficou órfã muito cedo e por conta de uma série de doenças muito graves vivia sob os cuidados do irmão Joseph. O irmão Joseph além dos muitos cuidados com a irmã, trabalhava arduamente para sustentar a esposa Cecília e os seus cinco filhos.

Nossa Senhora de Knock (1)
Artigos

Mariofanias - Nossa Senhora de Knock

Aprovação: Em 1936 pelo Arcebispo de Tuam. A comissão investigativa do Dr. Gilmartin retorna um veredicto positivo. No condado de County Mayo, Irlanda, situa-se o Santuário Nacional de Knock. Este não foi somente lugar de uma das aparições da Virgem Maria. Videntes afirmam terem visto além da Mãe de Deus; seu castíssimo esposo São José; o Evangelista João e o próprio Filho de Deus, Nosso Senhor Jesus Cristo, o Cordeiro de Deus.

18 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Pe. Antonio Clayton Sant’Anna, C.Ss.R., em Artigos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.