Por Redentoristas Em Notícias Atualizada em 06 ABR 2020 - 14H06

Como ser santo imitando São Geraldo

São Geraldo Majella nasceu em Muro Lucano, na Itália, no dia 06 de abril de 1726. Viveu apenas 29 anos, e neles buscou em tudo a vontade de Deus.

Apesar de viver tão pouco São Geraldo no ensina e, muito, sobre como viver uma vida de santidade. Como outros santos que morreram jovens, Geraldo tem a marca da ingenuidade e da bondade sem limites.

Desta vida dedicada a Deus, escolhemos alguns fatos que podemos imitar para buscar a nossa própria santidade.

Santuário de Materdomini.
Santuário de Materdomini.


Desejava a santidade

Desde o início, Geraldo ouviu o chamado de Deus e entendeu qual era o seu caminho. O seu maior desejo era ser admitido entre os frades capuchinhos, mas ele nunca conseguiu.

Ele conheceu, em 1748, um grupo de padres redentoristas e, contra a vontade de sua mãe, ele decidiu se juntar a eles. Ele fugiu de casa deixando a mãe com um bilhete dizendo: "Mãe, me perdoe, eu vou me tornar um santo".

Zelo e mansidão

Geraldo nasceu em uma família muito pobre e herdou do seu pai a profissão de alfaiate. Ficou órfão aos 12 anos e assumiu a responsabilidade da casa logo cedo. Tudo o que recebia era do sustento de sua mãe e irmãs, e sempre que podia ajudava os pobres. Geraldo não fazia para si, mas a quem precisava.

Ao se tornar aprendiz de um outro alfaiate, ele foi muito humilhado e até agredido por sua bondade e simplicidade. Porém, Geraldo suportava tudo com paciência e mansidão oferecendo a Deus os sofrimentos. Depois de alguns anos, ele conseguiu sua própria alfaiataria.

Servia em sua “inutilidade”

Quando conseguiu ser aceito em um convento redentorista, o que para Geraldo foi bem difícil por ser pobre, além de muito franzino e parecer fraco, ele foi enviado com o seguinte bilhete:

"Estou mandando um outro irmão, que será inútil quanto ao trabalho”.

Leia MaisOrações de São Geraldo para as grávidas durante a pandemiaSão Geraldo Majella inspira vocações religiosasOuça o especial sobre "São Geraldo Majella: fazer em tudo a vontade de Deus"São Geraldo e a história do pãozinho brancoSão Geraldo e seu amigo encarceradoVocê conhece o significado do nome de São Geraldo?Geraldo não se importou. Andou por vários conventos redentoristas, onde fazia de tudo: era jardineiro, sacristão, porteiro, cozinheiro, homem encarregado de limpar o estábulo e em todas essas humildes tarefas simples, ele praticava a sua “inutilidade” buscando a vontade de Deus.

Ele foi o mais obediente, mortificado, dedicado, semeava amor e harmonia enquanto rezava a Deus. Distribuiu tudo para os pobres, até seus poucos pertences pessoais. Nos gestos simples, Geraldo é prodigioso e as pessoas aos poucos iam se se aproximando dele para receber seus milagres.

Aceitar a vontade de Deus

Quando ficou doente por causa de uma tuberculose, Geraldo escreve uma frase que resume sua busca em vida:

“Aqui se faz a vontade de Deus, como Deus quer e por quanto tempo ele quiser”.

Ele morreu na madrugada do dia 16 de outubro de 1755. Dos 29 anos, passou apenas três como irmão redentorista. Beatificado por Leão XIII em 1893, São Geraldo foi proclamado santo por Pio X em 1904. Desde então, ele tem sido um dos santos mais reverenciados na Itália e em todo o mundo. Ele é conhecido como padroeiro das mães, das gestantes e dos alfaiates.

Uma outra frase de São Geraldo para finalizar:

“Não te submetas a teus gostos ou aos do mundo. Basta ter só Deus presente, e estar sempre nele, em tudo o que fazes. Na verdade, tudo o que se faz unicamente por amor de Deus, tudo é oração”.


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redentoristas, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.