Por Redentoristas Em Notícias Atualizada em 18 OUT 2019 - 15H32

Ontem e hoje na Província Redentorista de São Paulo


Comissão do Patrimônio Histórico da Província.
Comissão do Patrimônio Histórico da Província.
Na primeira imagem, os pioneiros alemães em 1894, na segunda, a comemoração da criação da província em 1944, e depois, dois missionários no Altar de Aparecida recentemente.


Ao longo dos anos de
presença e ação redentorista em terras brasileiras muito se tem feito no sentido religioso, social, técnico e cultural.

Os missionários vieram em tempos diferentes e de diversas procedências: holandeses, bávaros, americanos (1930 e 1943), irlandeses (1960) e poloneses (1972), além de contar com redentoristas brasileiros desde 1905, a começar pela região de São Paulo.

:: Outubro é marcado por Jubileus Redentoristas: confira programação

Comissão Patrimônio Histórico Provincial
Comissão Patrimônio Histórico Provincial
Padre Júlio Maria, ao centro, primeiro padre redentorista brasileiro.


Com variadas formas de atividades pastorais, em lugares e formas diferentes, eles vêm contribuindo para o
desenvolvimento integral dos brasileiros. Por esta razão, a comunicação realiza-se pela palavra escrita (imprensa e internet), pronunciada e veiculada (rádio, televisão, internet), pelo ensino acadêmico, formação ética e moral, humanitárias e culturais, além das atividades religiosas.

Leia Mais1944: Nasce a Província Redentorista de São Paulo125 anos dos Redentoristas em AparecidaOs missionários da Baviera: de Altötting para AparecidaSemelhanças entre a Virgem de Altötting e Nossa Senhora AparecidaConheça o hino oficial dos Jubileus RedentoristasNo Brasil, no decorrer destes 125 anos, os missionários vêm trazendo novidades, buscando e aprimorando, descobrindo e inventando novas formas de ação. Este aperfeiçoamento faz parte da dinâmica de nosso carisma congregacional.

Somente a audácia cristã pode abrir perspectivas e apontar novos caminhos, neste mundo 'diferente e diferenciado'. Onde a atualidade exige ações apostólicas concretas, com novas pedagogias pastorais, também fazendo uso de palavras e argumentos convincentes.

Neste ano de 2019, nossa província é formada por 193 confrades, distribuídos em 20 comunidades locais. Temos ainda confrades espalhados por outras unidades do Brasil e do mundo.

Contando os pioneiros alemães e os brasileiros, de 1894 até a presente data, centenas de confrades já deram a sua vida pela Copiosa Redenção, estando seus restos mortais depositados no Memorial Redentorista localizado em Aparecida, outros em Goiás e no Rio Grande do Sul.

Nestes anos, todos os Redentoristas fizeram do Santuário de Aparecida um lugar privilegiado de evangelização, de devoção e de fé. Criaram uma forte ligação e identificação com o Santuário e com  a devoção à Mãe Aparecida.

Veja o documentário especial produzido pelo programa Fortes na Fé

Fragmento de texto preparado a partir das contribuições de: 

Pe. Gilberto Paiva, C.Ss.R.
Ir. José Mauro Maciel, C.Ss.R.
Pe. José Inácio de Medeiros, C.Ss.R.
Daniel Siqueira
Pe. João Julio Brustoloni, C.Ss.R. (In Memoriam)

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redentoristas, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.